Arrecadação com contribuição sindical despenca 97% desde 2017

Recuo entre 2020 e 2021 foi de 14,6%
-Publicidade-
Ligada ao PT, a CUT teve uma queda de mais de 99% na receita com a contribuição sindical
Ligada ao PT, a CUT teve uma queda de mais de 99% na receita com a contribuição sindical | Foto: Divulgação/Agência Brasil

A arrecadação de entidades com a contribuição sindical — que se tornou facultativa desde a aprovação da reforma trabalhista, em 2017 — somou R$ 65,5 milhões no ano passado. As informações são do site Poder360, com base em dados do Ministéro do Trabalho e da Previdência.

O valor registrado em 2021 é 97,5% inferior ao de 2017, último ano em que o pagamento era obrigatório. Os efeitos da nova legislação, aprovada durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB), começaram a valer em novembro de 2017. Naquele ano, a contribuição sindical totalizou pouco mais de R$ 3 bilhões.

De lá para cá, o pagamento de contribuição sindical teve queda todos os anos. O recuo entre 2020 e 2021 foi de 14,6%. Em 2017, o porcentual de sindicatos, federações, confederações e centrais de trabalhadores sobre a arrecadação sindical total era de 73%. No ano passado, foi de 34%.

-Publicidade-

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), ligada ao PT, recebeu mais de R$ 14 milhões em 2017. Em quatro anos, a queda foi de mais de 99%, para R$ 274 mil.

Leia também: “‘A reforma trabalhista deu liberdade para os trabalhadores'”, entrevista com Flávio Roscoe publicada na Edição 96 da Revista Oeste

Já a Força Sindical viu diminuir sua receita com o imposto de R$ 51 milhões para R$ 550 mil no período.

As entidades sindicais de empresas registraram uma retração de mais de 94% na arrecadação com a contribuição desde 2017, de R$ 812 milhões para R$ 44 milhões.

Leia também: “Você paga tudo isso”, reportagem de Silvio Navarro publicada na Edição 65 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

26 comentários Ver comentários

  1. Vão trabalhar, cambada de vagabundos!
    Agora é facultativa, o povo paga se quiser. O povo não quer contribuir. Simples assim.
    A pelegada tá doida pela volta do Maior Bandido da Nação, pra fazer voltar a tornar obrigatório o desconto no contracheque.

  2. Que pena…..sindicatos são na verdade, um antro de desocupados e vagabundos incumbidos de ludibriar sempre o coitado do trabalhador, para que os sustentem para resto de suas vidas inúteis…..mostrem uma carteira de trabalho de verdade a estes parasitas, que na ora eles teem um infarte do miocárdio……bando de chupins…

  3. Um dos maiores avanços da sociedade Brasileira em toda a sua história !!! Mas temos que ficar atentos com a nossa classe política que, com raríssimas exceções, é extremamente fisiológica e pode num piscar de olhos, ressuscitar esse monstro da era Vargas !

  4. Que continue assim, infelizmente esses sindicatos servem só para trabalhar para a militância esquerdista e meter a mão nos milhões pagos pelos trabalhadores que viram escravos dessa bandidagem 🤨

  5. ACABARAM AS CONSTANTES MANIFESTAÇÕES de canalhas desocupados na CONSOLAÇÃO E PAULISTA QUE INFERNIZAVAM A CIDADE INTEIRA.
    APEOESP CUT E COMERCIÁRIOS SÃO BANDIDOS

  6. Que boa notícia!!! Os trabalhadores precisam pensar que votando no ladrão a boa vida dessa gente às nossas custas, nesmo, indiretamente, voltará também!!! Precisamos ficar de olho…. No Brasil não podemos nem cochilar…

    1. É isso Renata, o Ladrão já disse abertamente que pretende revogar a reforma trabalhista se eleito. Mas na verdade o vagabundo só deseja mesmo é a volta desse maldito imposto!
      Todo sindicato no Brasil está de alguma forma ligado ao Ladroquadrilismo da esquerda!

  7. Paguei sindicato a vida toda, e quando precisei de atendimento jurídico deles o advogado sindical me cobrou 30% de honorários, e fez acordo me desfavorecendo com a empresa.
    Não servem absolutamente para nada.
    Deveriam ser extintos isso sim.

  8. Matemática, se não há empregos não há arrecadação, não se compra, não produz, então é chover no molhado. Porque não contém a verdade nesse meio de comunicação. Vcs estão a serviço da escravização e destruição do país com esse puxa saquismo a elite. A conta virá, aguardem.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.