Banco Central planeja lançar moeda virtual em 2022

Segundo a instituição, o real digital deve facilitar a integração com os sistemas de pagamento internacionais
-Publicidade-
Moeda virtual brasileira deve ser lançada em 2022
Moeda virtual brasileira deve ser lançada em 2022 | Foto: Reprodução/Redes sociais

O Banco Central pretende lançar uma moeda virtual em 2022, informou o Estado de S. Paulo neste domingo, 5. Na semana passada, a instituição criou um laboratório para avaliar as possibilidades de uso e a capacidade de execução de projetos com a versão virtual da moeda brasileira.

De acordo com a publicação, o real digital deve facilitar e baratear a criação de contratos de empréstimos personalizados. Além disso, pode favorecer a integração com os sistemas de pagamento internacionais, o que permitiria aos brasileiros fazer compras em outros países com conversão imediata.

Estrutura a ser criada pelo Banco Central

-Publicidade-

A moeda virtual deve demorar mais tempo que o Pix para chegar aos brasileiros. Para que o projeto seja durável, o Banco Central precisará criar um novo ambiente financeiro, de maneira a fornecer todas as garantias de segurança e proteção de dados dos consumidores.

A instituição já definiu algumas diretrizes para o real digital, mas ainda aguarda o resultado das avaliações em laboratório para concluir o plano de ação. Está certo que a moeda virtual será idêntica ao real em papel, mas só poderá ser usada em transações eletrônicas e será armazenada em carteiras digitais.

Não há definição sobre a tecnologia a ser utilizada nas operações do real digital. No entanto, o blockchain, usado em criptomoedas como o bitcoin, é o caminho mais provável. A diferença fundamental é que a moeda virtual brasileira estará sob controle do Banco Central, enquanto o criptoativo é descentralizado.

Leia mais: “El Salvador vai construir cidade baseada em bitcoin

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Tenho certeza que muitos estão achando maravilhosa essa notícia. Só que não !
    Estamos caminhando , a passos largos , para um governo mundial , tudo está se encaminhando para uma centralização de controle e com isso , pode ter certeza , o sonho de Bonaparte , Hitler e outros serão realizados.
    Se vc acha isso loucura então espere os novos passos para o surgimento de um líder mundial que vai resolver todos os problemas do mundo .

  2. Tudo tem um lado bom e um lado ruim.

    Quanto mais informações o Estado tiver sobre a vida do cidadão, maior o seu poder de controle sobre a população e, consequentemente, maior o seu poder de cerceamento da liberdade do indivíduo.

    Quem hoje está extasiado com as facilidades do PIX, vai ter uma… surpresa, depois de enviar a declaração do IR em 2022. É uma questão de custo/benefício. Se o Estado fizer bom uso dos nossos tributos, tudo bem.

    Como o próprio texto indica, haverá também uma maior facilidade de “interação” global. Todos sabemos muito bem para onde essa globalização está levando a humanidade.

    O futuro, indiscutivelmente, é esse. É inevitável. Mas, para quem está observando com atenção, fica muito claro que estamos testemunhando o cumprimento de um conjunto de profecias apocalípticas.

    O lado bom, para quem reconhece “os sinais”, é que eles também indicam a proximidade do tão esperado início de um novo tempo. Um tempo em que o bem vencerá o mal.

    Essas coisas sempre foram ditas de forma assustadora e, geralmente, com argumentos enigmáticos, incompreensíveis para a maioria das pessoas, mas, para nós, neste momento, tudo está acontecendo em marcha acelerada e diante dos nossos olhos. Bem mais fácil de perceber e compreender.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.