Brasil gera 1,5 milhão de empregos formais no primeiro semestre

Só em junho, país registrou um saldo positivo de 309 mil novas vagas com carteira assinada
-Publicidade-
Brasil terminou o primeiro semestre com saldo positivo entre contratações e demissões
Brasil terminou o primeiro semestre com saldo positivo entre contratações e demissões | Foto: Agência Brasília

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira, 29, mostram que a economia brasileira gerou cerca de 1,5 milhão de empregos com carteira assinada no primeiro semestre deste ano.

O resultado é completamente diferente do registrado no mesmo período de 2020, no auge da pandemia de covid-19. No primeiro semestre do ano passado, 1,19 milhão de vagas formais de trabalho haviam sido fechadas no país.

Leia mais: “FMI revisa para cima projeção para o PIB do Brasil: 5,3% em 2021”

-Publicidade-

Ainda segundo o Caged, o Brasil criou, em junho, 309.114 empregos formais. No mês passado, foram registradas 1.601.001 contratações e 1.291.887 demissões no país.

Leia também: “Boletim Focus: projeção para o PIB sobe pela 14ª semana seguida”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. Parabéns ao governo do nosso presidente Jair Bolsonaro e à equipe de Paulo Guedes, um dos melhores e mais brilhantes economistas do mundo. Mesmo com a sociedade brasileira sob ataque permanente das forças do atraso, o Brasil reage!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro