China sofre com falta de energia elétrica

Problema estaria relacionado à aceleração econômica do país
-Publicidade-
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube | partido comunista da china x empresas - energia elétrica

Problema estaria relacionado à aceleração econômica do país

partido comunista da china x empresas - energia elétrica
Foto: Reprodução/YouTube
-Publicidade-

A aceleração das atividades econômicas enquanto o mundo se vê em recessão devido à pandemia da covid-19 está provocando um problema em regiões na China. Segundo reportagem divulgada na última semana pela agência de notícias Bloomberg, parte do país tem sofrido com apagões elétricos. Com isso, há províncias promovendo racionamento de energia, sobretudo em indústrias e comércios.

Leia mais: “Covid-19: China endurece medidas restritivas a populações locais”

De acordo com as informações, o problema de energia elétrica na China seria motivado por alguns fatores. Um deles é justamente o crescimento interno da economia enquanto praticamente todos os demais países encaram períodos de retração. Assim, a capacidade de fornecimento de energia não acompanhou a retomada no campo econômico. Decisão do governo central de reduzir importação de carvão e a temperatura média mais baixa do que o normal para esta época do ano também são relacionados ao problema.

“À medida que a economia global se recuperar, será imperativo para a China estabilizar seu suprimento de energia”, afirmou Rana Mitter, professora de política chinesa na Universidade de Oxford, no Reino Unido. “Há um movimento no Ocidente para restabelecer as cadeias de abastecimento e a falta de confiabilidade do fornecimento de energia na China pode ser outra motivação para fazer isso”, prosseguiu a pesquisadora sobre assuntos chineses.

E no Brasil?

A China pode não ser a única nação a enfrentar problemas de energia elétrica por causa da retomada das atividades econômicas. Ao menos um especialista no setor acredita que o Brasil corre o risco de enfrentar situação similar no decorrer dos próximos meses. “Uma crise energética em 2021 está nas mãos de São Pedro e da vacina”, afirmou Adriano Pires, analista de energia do Centro Brasileiro de Infraestrutura, ao portal UOL. “A retomada do crescimento econômico mais cedo do que o esperado, somado à falta de chuva, acendeu o sinal amarelo no setor”, explicou.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site