Com vetos, Bolsonaro sanciona MP que abre caminho para privatização da Eletrobras

Texto foi aprovado pela Câmara dos Deputados no dia 21 de junho
-Publicidade-
MP da privatização da Eletrobras foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro
MP da privatização da Eletrobras foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira, 13, com vetos, a medida provisória (MP) que abre caminho para a privatização da Eletrobras. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União.

Entre os pontos vetados por Bolsonaro, estão os itens que previam que funcionários demitidos da empresa pudessem adquirir ações da Eletrobras com desconto; a proibição de extinção de algumas subsidiárias da companhia; a obrigação do governo em aproveitar, por um ano, funcionários demitidos da empresa; a obrigação da Eletrobras de realocar a população que esteja na faixa de linhas de transmissão de alta tensão; e a obrigação de que os nomes indicados para a diretoria do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) passem por sabatina no Senado.

Leia mais: “Câmara aprova MP que abre caminho para privatização da Eletrobras”

-Publicidade-

A MP foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 21 de junho. O texto relatado pelo deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) já havia sido aprovado pela Câmara em maio deste ano, com algumas alterações. Como os senadores também fizeram modificações, a proposta teve de ser novamente encaminhada para análise dos deputados.

O modelo de desestatização da Eletrobras prevê a emissão de novas ações a serem vendidas no mercado sem a participação da empresa, resultando na perda do controle acionário de voto mantido atualmente pela União.

Leia também: “BNDES avança para efetivar a capitalização da Eletrobras”

Apesar de perder o controle, a União terá uma ação de classe especial (golden share) que garantirá poder de veto em decisões da assembleia de acionistas a fim de evitar que algum deles ou um grupo de vários detenha mais de 10% do capital votante da Eletrobras.

Clique aqui e saiba quais são os principais pontos da MP.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Chega de cabide de empregos para os companheiros que ocupam espaço em estatais e não tem competência para desempenhar trabalho nem em uma banca de bananas.

  2. Ainnnn, o Bozo não está privatizando nada.
    Ainnnn, o Bozo não está privatizando como eu queria.
    Ainnnn, o Bozo não podia privatizar a Eletrobrás.
    Ô, jumentinho, não é o que se quer privatizar. Com esse Congresso que você elegeu, é o que se PODE privatizar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site