CUT inicia campanha midiática contra privatizações

Entidade vai veicular peças publicitárias em emissoras de rádio e televisão
-Publicidade-
Nos últimos dez anos, 46 empresas públicas consumiram R$ 190 bilhões do seu dinheiro
Nos últimos dez anos, 46 empresas públicas consumiram R$ 190 bilhões do seu dinheiro | Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) anunciou que vai apelar à mídia para abrir os olhos dos brasileiros sobre os “malefícios” das privatizações. “Não deixem vender o Brasil” é o slogan da campanha em defesa das estatais. “Nosso objetivo é sensibilizar a sociedade para os problemas que o Brasil enfrentará em cada setor, caso essas empresas sejam privatizadas”, afirmou, em nota divulgada na quarta-feira 24, o Secretário de Comunicação da CUT, Roni Barbosa.

Para isso, o sindicato vai veicular peças publicitárias em emissoras de televisão, como a TVT (vinculada à CUT), o SBT, a Band e a Globo; e rádio, a exemplo da Band News. A “cruzada antiprivatização” se estende também às redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e Youtube. “A linguagem do material será popular, com toques de humor, retratando situações que levam o povo a refletir sobre a situação. Queremos mostrar indignação”, informa comunicado divulgado no site da entidade.

-Publicidade-

Conforme noticiou Oeste, o presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Congresso Nacional o projeto que trata do repasse dos Correios à iniciativa privada. Além disso, outras companhias públicas estão na mira do Ministério da Economia, como a Eletrobras (em estágio avançado) e a Casa da Moeda. No que diz respeito às medidas de desestatização, o governo já vendeu subsidiárias da Petrobras e está se desfazendo de milhares de imóveis que pertencem à União.

O custo da ineficiência

Reportagem da Revista Oeste mostrou que, nos últimos dez anos, 46 empresas públicas consumiram R$ 190 bilhões do seu dinheiro. Quantia essa que poderia ter sido usada para o combate ao coronavírus. São peças que não se encaixam em uma economia de mercado. No Brasil, existem 456 empresas estatais, sendo 198 federais e 258 estaduais, de acordo com o Ministério da Economia. Se levarmos em conta as subsidiárias, o número salta para 698. Em termos de comparação, os Estados Unidos e o Reino Unido possuem 16 estatais, cada um.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Esses caras venderam (roubaram) o Brasil para as empreiteiras, entregaram milhões para os companheiros de outros países e agora vem com esta besteira.
    A propaganda é a alma do negócio, eles até parecem que estão interessados no Brasil, nas o real interesse é a mamata.

  2. E alguem ta ligando para essas centrais sindical que por anos saquearam o pais e os trabalhadores e que essas centrais so pensam em voltar ao poder e sem essas estatais eles nao vao ter aonde saquear os cofres publicos

  3. As estatais, para esse bando, representa um cabidal pra agasalhar a companheirada, além de ser o caminho mais curto para a corrupção. Verdadeiros canalhas, esses aí! Foram cúmplices, junto com Lula e sua catervagem, pelo maior assalto aos cofres públicos que a humanidade já presenciou! Será um limpa na economia do país transferir esses verdadeiros elefantes brancos, ineficientes e caros, para a iniciativa privada. Bolsonaro e a equipe econômica estão no caminho certo!

  4. Será um verdadeiro limpa em nossa economia a privatização desses verdadeiros “elefantes brancos”, sucateados, caros e ineficientes! E essa corja vermelha só usaram essas estatais para financiar, através da corrupção, sua perpetuação no poder. Nada mais que isso! Por isso é que esperneiam, choramingam e provocam bilouras mil! Se Deus assim permitir, nunca mais esse bando volta ao poder! Bolsonaro e sua equipe econômica estão corretíssimos nessa ação de privatização!

  5. Logicamente privatizar vai acabar com indicações para conselhos e outras funções por políticos logicamente do PT e puxadinhos, que geram dízimos=rachadinha como recompensa aos seus protetores.
    Para a grande imprensa tradicional Estadão, Folha, Globo, CNN, BandNews, o rei das rachadinhas é Flavio Bolsonaro, por que será? Não seria um bom trabalho para operações de uma FORÇA TAREFA, que o COAF fornecesse movimentações atípicas de indicados para esses cargos e políticos envolvidos?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.