Despesa com enfrentamento à covid-19 chega a R$ 36 bi

Dado se refere a este ano e consta no relatório de acompanhamento fiscal de órgão ligado ao Senado
-Publicidade-
O total é maior que o previsto nos ajustes ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias
O total é maior que o previsto nos ajustes ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O governo brasileiro deve gastar este ano pelo menos R$ 36,1 bilhões nas políticas de combate ao coronavírus. É o que informou a Instituição Fiscal do Senado, no Relatório de Acompanhamento Fiscal, publicado na segunda-feira 18. O valor se refere à soma entre o crédito de R$ 20 bilhões aberto para a compra das vacinas experimentais contra a covid-19, acrescidos de R$ 16,1 bilhões de restos a pagar inscritos em ações relacionadas ao surto. O total é maior que o previsto nas alterações ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias encaminhado pelo Ministério da Economia ao Congresso Nacional, em dezembro, que estimava R$ 31,6 bilhões. No domingo 17, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou o uso emergencial dos imunizantes experimentais da Universidade de Oxford e do laboratório Sinovac.

Leia também: “2021: reformar ou quebrar”, artigo de Ubiratan Jorge Iorio publicado na edição 40 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.