Dívida de empresas abertas aumenta 50% em dez anos e vai a R$ 1,2 trilhão

Em relação ao patrimônio líquido, o endividamento alcançou 115,4% em março deste ano, ante 75,9% em 2011
-Publicidade-
Pesquisa da Economatica envolveu 239 empresas não financeiras de diferentes ramos de atividade
Pesquisa da Economatica envolveu 239 empresas não financeiras de diferentes ramos de atividade | Foto: Reprodução/Flickr

Um estudo da Economatica publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra que a dívida bruta das empresas de capital aberto mais do que dobrou em um período de dez anos, entre dezembro de 2011 e março de 2021. De acordo com o levantamento, o valor aumentou de R$ 486 bilhões para R$ 1,213 trilhão, o que corresponde a uma alta de 149,6%. Em termos reais (descontada a inflação acumulada de 66,7%), o crescimento da dívida foi de quase 50%.

Em relação ao patrimônio líquido, o endividamento alcançou 115,4% em março deste ano, ante 75,9% em 2011. A pesquisa envolveu 239 empresas não financeiras de diferentes ramos de atividade que divulgaram seus balanços do primeiro trimestre deste ano até o dia 10 de maio. A Petrobras e a Vale foram excluídas do estudo, pois suas dívidas (de R$ 404,3 bilhões e de R$ 78,7 bilhões, respectivamente) provocariam uma forte distorção. Se tivessem sido incluídas no levantamento, a dívida bruta total alcançaria R$ 1,7 trilhão (40% a mais).

-Publicidade-

Leia mais: “Banco Central estuda criação de moeda digital para uso em comércio”

“Teve muito solavanco no meio do caminho”, diz o economista Adriano Pitoli, ex-diretor de análise setorial e regional da Tendências Consultoria e ex-chefe do núcleo da Secretaria de Indústria e Comércio do Ministério da Economia em São Paulo. “Muitas empresas não tinham alternativa e tomaram crédito para sobreviver”, completa.

Leia também: “Mercado eleva projeção para o PIB pela quinta semana seguida”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site