-Publicidade-

Ford suspende demissões no Brasil

Montadora deverá manter negociações com trabalhadores
Ford: acordo com a Justiça do Trabalho
Ford: acordo com a Justiça do Trabalho | Foto: Divulgação/Ford

As demissões em massa da Ford estão suspensas. Mais de um mês após anunciar que deixaria de fabricar automóveis no Brasil, a montadora interrompeu as dispensas após audiências de conciliação na esfera da Justiça do Trabalho. Assim, a empresa terá de retomar negociações com os funcionários a partir da próxima segunda-feira, 22.

Leia mais: “Bolsonaro anuncia isenção do imposto federal sobre óleo diesel”

De acordo com a Agência Brasil, a suspensão das demissões foram tomadas após audiências de conciliação em São Paulo e na Bahia, Estados onde a Ford mantinha fábricas em Taubaté (SP) e Camaçari (BA). Além disso, a empresa contava com base em Horizonte (CE).

No caso da Bahia, o acordo prevê a proibição de cortes de pessoal pelos próximos 90 dias. No período, a montadora terá de pagar todos os salários e benefícios. Além disso, terá de retomar a produção de carros na fábrica de Camaçari — trabalho parado desde o anúncio feito pela marca no mês passado.

Ford no Brasil

O fim da produção de carros da Ford no Brasil foi anunciado no dia 11 de janeiro. Em comunicado divulgado à imprensa, a montadora prometeu manter escritório administrativo no país para ele seguir com status de sede da América Latina. Atrelando a decisão à crise econômica provocada pela pandemia de covid-19, a companhia avisou que seguirá a fabricar carros no Uruguai e na Argentina.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês