-Publicidade-

Governo zera imposto sobre diesel e gás

Ministério da Economia decidiu onerar os bancos de modo a compensar a isenção
A medida foi uma forma encontrada para tentar mitigar os sucessivos reajustes feitos pela Petrobras
A medida foi uma forma encontrada para tentar mitigar os sucessivos reajustes feitos pela Petrobras | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Em decreto assinado na segunda-feira 1°, o presidente Jair Bolsonaro zerou as alíquotas de cobrança de impostos federais do gás de cozinha e o PIS/Cofins do diesel. De modo a cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, também foi editada uma medida provisória que aumenta a tributação de bancos. O benefício que abrange o combustível vale por dois meses, de março a abril deste ano. Já a segunda concessão tem prazo indefinido. “As duas medidas buscam amenizar os efeitos da volatilidade de preços e oscilações da taxa de câmbio e das cotações do petróleo no mercado internacional”, informou o Ministério da Economia, em comunicado oficial.

Leia também: “Para que serve a Petrobras”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 49 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.