Pesquisa mostra que 64% dos paulistanos tiveram perda de renda durante a pandemia

Mesmo com insistência dos governos estadual e municipal em manterem a capital em confinamento social, somente 19% da população consegue ficar sem sair de casa.
-Publicidade-
Foto: Rupixen.com/Unsplash
Foto: Rupixen.com/Unsplash

Mesmo com insistência dos governos estadual e municipal em manterem a capital em confinamento social, somente 19% da população consegue ficar sem sair de casa

Foto: Rupixen.com/Unsplash

Pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Rede Nossa São Paulo e liberada nesta terça-feira aponta que 19% dos paulistanos saem diariamente de casa para trabalhar, ou seja, não cumprem o confinamento social imposto pelos governos estadual e municipal à capital. Apenas 19% afirmaram que não saem de casa para nada ou “quase nada”, como solicitado.

-Publicidade-

O levantamento, chamado de “Viver em São Paulo – Especial Pandemia”, foi feito com 800 pessoas das classes A, B e C, a partir de 16 anos, que responderam online ao Ibope Inteligência entre os dias 17 e 26 de abril.

Mais da metade da população, 53%, afirma que precisa deixar o lar para ir à farmácia ou ao mercado e, por isso, precisa sair do confinamento.

Quando se leva em consideração os paulistanos que tinham renda pessoal antes da pandemia, 64% dizem que tiveram uma perda total ou parcial de renda e 22% a perderam totalmente. Na região norte da cidade, os que perderam completamente a renda sobem para 28%.

A redução da jornada de trabalho afetou 55% dos paulistanos e 19% estão temporariamente sem trabalhar por causa da crise do coronavírus. A pesquisa ainda mostrou que 6% dos pesquisados foram demitidos devido à situação.

Dentre os que continuam trabalhando, cerca de metade passou a trabalhar total ou parcialmente de casa: 35% passaram a fazer home office e 19% está trabalhando parcialmente em casa.

Quando perguntados sobre a principal preocupação para o Brasil  com relação à pandemia de forma geral, 49% temem uma piora na economia do país e 36% o aumento da desigualdade social.

 

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.