Petrobras vende complexo em Sergipe por US$ 1,1 bilhão

Polo Carmópolis é o maior campo terrestre do Brasil
-Publicidade-
Vista aérea do Complexo Operacional de Atalaia, que inclui o Terminal Aquaviário de Aracaju (SE)
Vista aérea do Complexo Operacional de Atalaia, que inclui o Terminal Aquaviário de Aracaju (SE) | Foto: Divulgação/Petrobras

A Petrobras comunicou a venda da totalidade de sua participação dos campos terrestres do Polo Carmópolis, em Sergipe.

O anúncio ao mercado foi feito na quinta-feira 23. Segundo a estatal, a operação soma US$ 1,1 bilhão (RS 6,2 bilhões). Os ativos serão vendidos à Carmo Energy.

O valor do negócio está dividido em um sinal de US$ 275 milhões, outros US$ 550 milhões no fechamento da operação, e mais US$ 275 milhões depois de 12 meses da conclusão.

-Publicidade-

Polo Carmópolis

O Polo Carmópolis compreende 11 concessões de produção terrestres, localizadas no Estado de Sergipe. Juntos totalizam uma produção de 10,9 mil barris/dia.

Inclui ainda acesso à infraestrutura de processamento, escoamento, armazenamento e transporte de petróleo e gás natural.

O ativo compreende ainda o Complexo Operacional de Atalaia, que inclui o Terminal Aquaviário de Aracaju (Tecarmo), com cinco tanques, totalizando 168 mil m³ de capacidade de armazenamento, e também o oleoduto de escoamento da produção até este terminal (Bonsucesso–Atalaia), com 48 quilômetros de extensão.

O Polo conta com 11 estações de tratamento e cerca de 230 quilômetros de gasodutos e oleodutos.

Ainda no comunicado, a Petrobras destacou que a venda está alinhada à sua estratégia de gestão de portfólio e de melhoria de alocação de capital.

Carmópolis é o maior campo terrestre do Brasil, com um volume original de 1,76 bilhão de barris de óleo equivalente. É também o mais antigo de Sergipe, com início da produção em 1963.

Leia também: “O petróleo vai acabar?”, reportagem publicada na edição 87 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.