Pix poderá ser usado para recolher FGTS

Banco Central informou que novo sistema de pagamento instantâneo poderá ser utilizado pelos empregadores para transferência do valor da taxa.
-Publicidade-
Nova proposta, com regras mais rígidas, começa a valer a partir do dia 16 de novembro | Foto: Divulgação/Serpro
Nova proposta, com regras mais rígidas, começa a valer a partir do dia 16 de novembro | Foto: Divulgação/Serpro

Banco Central informou que novo sistema de pagamento instantâneo poderá ser utilizado pelos empregadores para transferência do valor da taxa

pix, fgts, banco central
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS digital a partir do 1º semestre de 2021
Foto: Divulgação/Serpro

A partir do primeiro semestre de 2021, os empregadores vão poder utilizar o Pix para recolher o Fundo de Garantia por tempo de Serviço (FGTS).

-Publicidade-

Em nova resolução do Banco Central (BC), o benefício trabalhista foi incluído, assim como outras contas de varejo que antes não eram abrangidas pelo sistema.

O FGTS só deve começar a ser recolhido com o PIX no início do ano que vem porque só então entrará em vigor a versão digital da taxa.

Leia também: 20 dúvidas que você pode ter sobre o Pix

De acordo com o BC, a integração do FGTS digital ao PIX trará “agilidade no recebimento de recursos, maior facilidade de conciliação e maior número de instituições aptas a receber esses recolhimentos.”

A autarquia também prevê que com maior número de instituições podendo recolher os recursos, as taxas que o FGTS paga pelo serviço de recolhimento devem diminuir, o que levará a uma redução de custos para o fundo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.