A bela e trágica arte do marfim

Exposição em Berlim mostra como a exploração quase levou à extinção dos elefantes
-Publicidade-
O museu Humboldt Forum de Berlim | Foto: Wikimedia
O museu Humboldt Forum de Berlim | Foto: Wikimedia

O museu Humboldt Forum de Berlim vai ser inaugurado nesta terça-feira, 20, com a mostra “Terrível Beleza”. A exposição mostra objetos de arte em marfim desde um mamute esculpido há 40 mil anos e encontrado num sítio arqueológico da Alemanha.

A mostra, segundo matéria do Wall Street Journal, é também um testemunho do massacre praticado contra elefantes, desde o Império Romano até a matança em “escala industrial” no século 19. O tráfico de marfim também está intimamente ligado à era da escravidão. Os nativos africanos eram vendidos junto com as peças que carregavam.

“Veneza é para as gôndolas, não para os transatlânticos” 

-Publicidade-

Símbolo de riqueza e status, a exploração do marfim levou os elefantes até quase a extinção. Seu comércio hoje está fora da lei, mas elefantes continuam a ser mortos por caçadores clandestinos para sustentar o mercado asiáticos de novos ricos, especialmente na China.

 

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site