Afeganistão: a Índia já está conversando com o Taliban

Grupo extremista islâmico é historicamente ligado ao arqui-inimigo dos indianos, o Paquistão
-Publicidade-
Tropas dos EUA em operação no Afeganistão | Foto: Kyle Davis/U.S. Army
Tropas dos EUA em operação no Afeganistão | Foto: Kyle Davis/U.S. Army | Rússia Taleban

Faltam menos de três meses para a retirada total das forças americanas e aliadas do Afeganistão. Mas o grupo extremista islâmico Taliban não vai esperar a data marcada, 11 de setembro. Já está arrasando as forças do governo e preparando o cerco final à capital, Cabul.

A certeza do retorno ao poder é tanta que o Taliban está recebendo no seu escritório no Qatar representantes da Rússia, China e Irã. São países que querem assegurar influência no futuro regime ditatorial. Agora a Índia resolveu também (segundo o The Times) entrar em contato com o Taliban para garantir que eles não vão apoiar bandos hostis ao país quando chegarem ao poder. O grupo extremista não garantiu nada, já que eles são historicamente ligados ao arqui-inimigo dos indianos, o Paquistão.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site