-Publicidade-

Argentina começa a aplicar imposto sobre fortunas

O tributo foi impulsionado pelo atual presidente do país, o peronista Alberto Fernández
O atual presidente da Argentina, Alberto Fernández, pôs em prática o tributo sobre grandes fortunas
O atual presidente da Argentina, Alberto Fernández, pôs em prática o tributo sobre grandes fortunas | Foto: Reprodução/Facebook

Um imposto extraordinário sobre grandes fortunas começou a ser aplicado nesta sexta-feira, 29, na Argentina. Segundo o governo, os recursos arrecadados serão usados no apoio à luta contra a covid-19, concessão de subsídios à pobreza e ajuda social emergencial. A lei, aprovada em dezembro do ano passado, estabelece uma contribuição única que será tributada progressivamente sobre as pessoas cujo patrimônio supera 200 milhões de pesos (aproximadamente R$ 11 milhões).

O imposto, impulsionado pelo mandatário argentino Alberto Fernández, foi rejeitado pela principal força opositora do país, a Juntos pela Mudança, do ex-presidente Mauricio Macri. A Sociedade Rural, que reúne grandes agricultores da Argentina, teme que o imposto, apesar de estabelecido como contribuição extraordinária, se torne permanente em um país cuja frágil economia está em recessão desde 2018. O Senado o aprovou em 4 de dezembro, por 42 votos a favor e 26 contra.

Leia também: “Conservadores barram o aborto em província argentina”

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Essa é uma das mais importantes ações do socialismo/comunismo/reset/nova ordem mundial: Dividir o que os outros faturam entre todos, de forma que a casta se mantenha no poder e enquanto o dinheiro não acabe!
    Triste prelúdio de fim para a sociedade de nossos irmãos do Sul!

  2. Essa é uma das mais importantes ações do socialismo/comunismo/reset/nova ordem mundial: Dividir o que os outros faturam entre todos, de forma que a casta se mantenha no poder e enquanto o dinheiro não acabe!
    Triste prelúdio de fim para a sociedade de nossos irmãos do Sul!

  3. Lamentavelmente a Revista Oeste me censura pela terceira vez na data de hoje, sem me utilizar de palavrões, agressões, e qualquer outra construção atípica ao manifesto de opinião com urbanidade.
    Imagino já ser pessoal.
    Já estou muito fadado a desconsiderar minha assinatura desse veículo; tudo indica que não sou um dos leitores aptos à comentar!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês