-Publicidade-

População da Holanda protesta contra toque de recolher

A medida restritiva foi estabelecida pelo primeiro-ministro do país, Mark Rutte, sob a justificativa de conter a covid-19
Holandeses se manifestam contra as medidas restritivas no país
Holandeses se manifestam contra as medidas restritivas no país | Foto: Reprodução/Twitter

A Holanda registrou mais uma noite de protestos ontem, segunda-feira 25, contra o toque de recolher imposto pelo governo, sob a justificativa de lutar contra a pandemia do novo coronavírus. Em todo o país, a polícia prendeu cerca de 150 pessoas.

A polícia de choque e os manifestantes, a maioria deles composta de jovens, enfrentaram-se em cerca de dez cidades, entre elas Roterdã, Amsterdã, Amersfoort, Haia, Haarlem e ‘s-Hertogenbosch, além da pequena Geleen, perto de Maastricht, no sul do país.

Os protestos foram convocados nas mídias sociais e criticados pelo governo. “Isso não tem nada a ver com protestar, isso é violência criminosa, e é assim que será tratado por nós”, declarou o primeiro-ministro Mark Rutte.

Leia também: “Covid-19: países proíbem voos do Reino Unido”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês