Eleição presidencial na Bolívia é adiada

Para evitar risco de contágio em massa, seis candidatos sugeriram prorrogar o pleito
-Publicidade-
. Foto: NOTÍCIAS AL DIA / DIVULGAÇÃO
. Foto: NOTÍCIAS AL DIA / DIVULGAÇÃO

Para evitar o risco de contágio em massa, seis candidatos sugeriram prorrogar o pleito

Depois de o governo da presidente Jeanine Áñez decretar quarentena de 14 dias na Bolívia em razão da pandemia de coronavírus, o Tribunal Supremo Eleitoral do país decidiu adiar a eleição presidencial, que estava marcada para 3 de maio.

Para evitar o risco de contágio em massa, a maioria dos oito candidatos inscritos para as eleições havia sugerido adiar a votação. Contudo, o candidato do Movimento ao Socialismo (MAS), de Evo Morales, o economista Luis Arce, e o Comunidade Cidadã, do candidato de centro Carlos Mesa, defendiam manter a data inicial.

-Publicidade-

De acordo com a mais recente pesquisa da consultora Ciesmori, Arce lidera a preferência eleitoral com 33,3%, seguido pelo ex-presidente Mesa (18,3%) e pela presidente Jeanine Áñez (16,9%). A Bolívia, com 11,5 milhões de habitantes e um dos países mais pobres da América Latina, confirmou 19 casos de contágio pelo novo coronavírus.

OEA aponta fraude de Evo Morales nas eleições de 2019

Em 5 de dezembro de 2019, uma auditoria da Organização dos Estados Americanos (OEA) denunciou irregularidades em favor do então presidente, Evo Morales (2006- 2019), que concorria a um quarto mandato.

Ao perder o apoio dos militares, o chefe do Executivo renunciou, ao lado de mais quatro autoridades. Na linha sucessória estava Jeanine Áñez, que, empossada, assumiu o compromisso de convocar novas eleições.

Com informações da AFP

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.