Em meio à quarentena, Rússia proíbe divórcios

O ministro da Justiça da Rússia, Konstantin Chuychenko, afirmou que devem ser suspensos todos os casamentos e divórcios no país até o dia 1° de junho.
-Publicidade-
Foto: Alfred Derks/ Pixabay
Foto: Alfred Derks/ Pixabay

Medida vale até o dia 1° de junho; o país possui a maior taxa de divórcio do mundo, 60%

Casal preso por algemas
Foto: Alfred Derks/ Pixabay

Os casais russos que pretendem se separar durante o período de quarentena vão ter que esperar. Em uma conversa com autoridades regionais, o ministro da Justiça, Konstantin Chuychenko, afirmou que devem ser suspensos todos os casamentos e divórcios no país até o dia 1° de junho.

-Publicidade-

A Rússia é o país com a maior taxa de divórcio do mundo. De acordo com estimativas do governo, 60% de todos os matrimônios do país acabam com a separação do casal.

Com a possibilidade de uma longa quarentena, o planejamento familiar se tornou uma preocupação para os russos, de acordo com a Agência Bloomberg. Um site de venda online teve um aumento de 50% da venda de camisinhas desde o início de março, quando muita gente começou a trabalhar de casa.

Caso seja aprovada, a proibição temporária de divórcios não deve funcionar para manter casamentos. Com a China retirando as suas medidas de restrição em razão do coronavírus, o número de divórcios subiu significativamente em muitas províncias.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.