EUA devem enviar 4 milhões de doses de vacina da AstraZeneca para México e Canadá

Imunizante produzido pela Universidade de Oxford ainda não recebeu de agência norte-americana autorização para uso emergencial
-Publicidade-
Trinta milhões de doses do imunizante estão parados em unidade da AstraZeneca em Ohio
Trinta milhões de doses do imunizante estão parados em unidade da AstraZeneca em Ohio | Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo

O governo dos Estados Unidos deve enviar cerca de 4 milhões de doses da vacina contra a covid-19 produzida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca para o México e o Canadá, segundo a agência Reuters. A informação foi obtida junto a um funcionário do alto escalão do governo norte-americano.

Leia mais: “Vacina da Oxford é eficaz contra variante brasileira, mostra estudo”

-Publicidade-

O imunizante da AstraZeneca ainda não recebeu autorização para uso emergencial nos EUA. Neste momento, o país conta com 30 milhões de doses armazenadas em uma unidade da empresa no Estado de Ohio. De acordo com a Reuters, o México receberia 2,5 milhões de doses, e o Canadá, 1,5 milhão.

Desde a semana passada, o governo do presidente Joe Biden vem sendo pressionado a enviar doses que estão paradas no país para outras nações, entre as quais o Brasil. Até o momento, os EUA não se manifestaram oficialmente sobre essa possibilidade.

Leia também: “O que falta para o Brasil acelerar a vacinação?”, reportagem publicada na Edição 50 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. A imprensa brasileira (Band, Globo, CNN, etc) elogiou tanto o governo canadense porque teria comprado uma enorme quantidade de vacinas desde o início da pandemia. Pelo visto, o Canadá também está enfrentando problema com o plano de vacinação. Será que o primeiro ministro canadense está sendo chamado de genocida ?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.