França proíbe linguagem de gênero neutro em escolas

Segundo o Ministério da Educação, a medida atrapalha o aprendizado dos alunos e prejudica as pessoas com deficiência mental
-Publicidade-
Linguagem de gênero neutro é prejudicial ao aprendizado, avalia o Ministério da Educação da França
Linguagem de gênero neutro é prejudicial ao aprendizado, avalia o Ministério da Educação da França | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A França proibiu a linguagem de gênero neutro em escolas do país. Segundo comunicado emitido em 6 de maio pelo Ministério da Educação, a escrita inclusiva não é apenas contraproducente ao movimento que visa a combater eventuais discriminações sexistas, mas também prejudicial à prática e à inteligibilidade da língua francesa.

“Ao defenderem a reforma imediata e abrangente da grafia, os promotores da escrita inclusiva violam os ritmos do desenvolvimento da linguagem de acordo com uma injunção brutal, arbitrária e descoordenada, que ignora a ecologia do verbo”, asseveram Hélène d’Encausse, secretária da Academia Francesa, e Marc Lambron, diretor da Academia Francesa.

De acordo com o documento, a igualdade entre homens e mulheres deve ser construída, promovida e garantida pelo país, mas sem sujeição à linguagem neutra. “Essas armadilhas artificiais são inoportunas e atrapalham os esforços dos alunos com deficiência mental admitidos no âmbito do serviço público”, conclui o comunicado.

-Publicidade-

Leia também: “Homens não são mulheres com defeito”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na Edição 46 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

40 comentários Ver comentários

  1. A França dissemina o conceito, critica o mundo, e depois simplesmente volta atrás….. Para quem tem memória esses conceitos foram disseminados por uma pretensa elite intelectual europeia com foco na França sob o conceito de inclusão, mas parece que não funciona lá, ……nem a ideologia de gênero e nem a inclusão política, pois o país é uma bomba relógio, e será dominado por muçulmanos em alguns anos…… Então agora parece que estão lentamente acordando, ….mas ainda seguem aquele ditado, …. Façam o que eu mando mas não façam o que eu faço…… É a arrogância e a soberba de gente que se julga superior….

  2. Para quem não entendeu a reportagem, a França se colocou CONTRA linguagem de gênero neutro, e A FAVOR da linguagem sem alteração. Continua tudo como sempre foi. A sensatez venceu

  3. O progressismo (socialismo com máscara de covid) está sempre a lançar cortinas de fumaça, artimanha essa muito utilizada quando precisa se fazer algo sem ser notado. Eles realmente conseguiram manipular parte da população. Estes defendem ideias que de tão idiotas, não dá nem prazer de argumentar contra pois seria apenas levantar o óbvio. Faça o exercício de utilizar o pronome neutro por uma hora: é simplesmente ridículo!!! Falam em democracia mas apoiam ditaduras, falam em igualdade dos sexos mas colocam pessoas de diferentes gêneros biológicos para brigar entre si como se fossem do mesmo. A vida na mentira é sofrida, pois aquele que vive nessa realidade, está realmente agonizando mas ainda não percebeu. Quando perceber será apenas mais um destruido pela máquina Marxista. E o único que pode salvar ele, é ele mesmo.

  4. Eu falava muito a língua do Mussum quando era pequeno… A gente cresce e para com estas coisas engraçadas. Está galera esquerdopata também vai crescer.

  5. Eu só vou utilizar esse linguajar depois que as feministas admitirem que o Bolsonaro foi a melhor coisa para esse país. Como já sei que a resposta delas é nunca, minha resposta se torna igual e educo meu filho a utilizar até o “vossa mercê”, mas nunca essa coisa que estão tentando impor. Se eu serei chamada de ditadora, posso dizer o que delas? Datadaras? Ditidiris? Detederes?

  6. Desvantagem: uma mulher que conquistou por mérito grandes feitos, em áreas onde os homens sempre tiveram destaque, vai ser excluída de seu próprio êxito e desconhecida por outras mulheres que podem se espelhar nesses exemplos de força feminina. Assim, o anonimato minimizaria as conquistas femininas. Mais uma vez a mulher sai em desvantagem. E de que adianta um pronome neutro e um nome não neutro? Os cartórios registrarão apenas nomes “unissex”? Ou o menino vai ser registrado como Elizabeth e ser chacota na escola sofrendo inúmeros traumas? Uma menina chamada Marcelo vai ter que recorrer à justiça pra alterar a última letra de seu nome? Essa mudança toda afetaria uma maioria para favorecer uma minoria. Todos merecem respeito, mas qualquer mudança deve ser precedida de planejamento com relação às consequências. E quando as perdas superam os ganhos, então é melhor que não sejam tomadas certas decisões. E não tem nada a ver com política, pelo amor, as pessoas definem tudo como direita e esquerda. Esse é o tipo de definição que deve-se evitar.

  7. O que está acontecendo e que desde dentro da barriga da mãe, a criança vem sendo bombardeada com informações que e comum pessoas do mesmo sexo se relacionarem. Entretanto por traz dessa crescente indução ,tem grandes empresas investindo para que essas crianças que ainda não tem a consciência formada se tornem neutras. Pois essas pessoas neutras consome muito. Em pesquisas foi visto que esse tipo de público gastam horrores. Quase 15 vezes mais que pessoas definidas. Por isso o investimento pesado para que mais pessoas se tornem neutras. A França está certa. E eu até sugeria ir mais além . Combater o excesso dessa propaganda em tv, até desenho infantil tem essa exposição!

  8. Se até a França (que é um país bem progressista) proibiu, é pq realmente é algo totalmente idiota… Se for para combater a homofobia e etc, vai dar a mesma idiotice, já que se eu não perguntar para o indivíduo como ele quer ser chamado, ele ainda pode se sentir ofendido

      1. Tornou-se UM DOS grandes problemas do Brasil quando a esquerdalha resolveu incluir no conteúdo do ensino fundamental a “ideologia de gênero” MAS o maior problema mesmo é a esquerdopatia, a defesa da volta do maior ladrão do erário público que o mundo conheceu, para continuarem roubando.

      2. E é. A ponta do iceberg. Toda uma geração sofrendo lavagem cerebral na escola. Para servir de inocente útil na revolução do odioso marxismo cultural. Quando você crescer e entender as coisas verá que foi salva, pois os inocentes úteis são os primeiros que o partidão elimina depois que implanta o totalitarismo. De nada.

      3. Ah sim, agora tudo é Bolsonarismo?! Não sou bolsonarista, e não concordo com este tipo de linguagem!!! Vai se abraçar no Lula!!! Pelo jeito o Sr/Sra não é pai e nem mãe, senão não iria estar falando estás asneiras!!!!

      4. já leu Karl Marx? Imposição (ditadura) que é o que tu quer, que todos aprendam uma linguagem que não existe!! Aí tudo pra vocês é Bolsonarista, vai lá e se abraça no ladrão que foi solto por um bando de ladrões, que escondem as sujeiras dos ladrões de esquerda!!

    1. Esse povo brasileiro não sabe nem o português que já existe e ainda querem complicar mais .
      Vai ficar impossível de se ler comentários, imagina então entende-los!

  9. Lógico que jamais acetariam. Os franceses parecem ser idiotas com aquele sotaque afrescalhado, mas não aceitam bardenas com o próprio ifiona

    1. Exatamente! Grandíssima parte dos adjetivos deles são neutros!!! Por que não evoluir para os pronomes? Sinceramente, ainda vai demorar pra se globalizar a linguagem neutra.

  10. Isso só foi possível pq a França está se tornando um Afeganistão europeu, quero ver os progressistas de lá e que são muitos baterem de frente com os mulçumanos! Kkkkk
    Não que eu goste ou concorde com as blasfêmias islâmicas longe disso, mas é engraçado ver os esquerdistas se enforcarem com a própria corda que deram!

    1. Atrasado é o país que não tenta incluir a linguagem neutra. A linguagem neutra é importante tanto para em algum contexto específico manter secreta a identidade de alguém, quanto para parar com o sexismo sem sentido. Única esquerda é a tua, do seu zero à esquerda. E você querendo ou não, seus netos com certeza absoluta já vão estar usando a linguagem neutra, então de nada adianta reclamar, mimizento. 😁

      1. Antes era para respeitar essas pessoas, mas agora parece que está sendo obrigatório aceitar as sandices impostas por eles. A democracia nos dá liberdade de escolha, então essa confusão que estão querendo impor deve sim ser escolhida por quem quer usar, afinal aqui ñ é ditadura ainda.

      2. Clara Arthur
        débil mental com mentalidade de torcida ou até mesmo de gangue.. jumentóide!

      3. Boa noite Sra./Sr. Clara Arthur, sou professora de pedagogia e letras, tenho pós graduação em linguística. Tu sabes que a língua portuguesa é uma das línguas mais difíceis para se aprender? São vários tempos verbais, preposições, adjetivos e tu achas correto bombardear crianças com “palavras” que não existem no vocabulário?! Sabe a confusão que este tipo de linguagem trás para as crianças?! Estas palavras não estão no acordo da língua portuguesa, e espero que nunca sejam incluídas!!! Concordo plenamente que cada um faz o que quer da própria vida. agora confundir crianças que estão em formação, tentando fazer com que elas sejam “assexuadas”, isso é inadmissível!! Sou mãe de crianças pequenas, e aqui em casa menino é menino e menina é menina, Deus nos fez assim!! Se um dia eles quiserem mudar, a escolha será deles, agora não acho correto a sociedade invadir a privacidade de uma criança que não tem nem opinião formada e impor regras de que isso é normal!!!! Imposição é ditadura! e sim é algo que os esquerdistas querem impor neste país!!!! não sou de direita e nem de esquerda só acho que os esquerdistas ficam se fazendo de coitados e não enxergam as imposições que fazem!! Vocês tem quer ler sobre marxismo para entender o que é realmente a esquerda e os movimentos relacionados a está ditadura!!!

      4. Nosso país é tão atrasado na inclusão de uma linguagem que os países de primeiro mundo estão começando a retirar.😂😂😂😂😂
        Não leu a reportagem!!!!??????não sabes nem o que escreves!!!!

      5. Os progressistas são tão retardados que nem param para ver o que falam: defendem que homem vire mulher, ao mesmo tempo que são contra a existência de sexos. Defendem que ninguém nasce homem ou mulher, mas defendem que viado nasce viado, etc.

      6. Linguagem neutra? Boçalidade pura! A esquerdalha quer sempre impor seus ditames, pois são ditadores por princípio. Querer assexualizar crianças em formação da personalidade é criminoso. Também, o que esperar de pessoas que idolatram um ladrão?

    2. Eu acho que cada um faz o que quer, dá o que quer, fica com quem quiser, mas não existe z necessidade de mudar a literatura de um País só pra agradar alguns.

    3. É o mundo das futilidades!
      A melhor forma de ignorar os problemas é criando outros!
      Há 25 anos na educação pública, nunca vi uma decadência tão grande na formação intelectual!!
      Nossos jovens perderam a identidade, seja ela qual for! São guiados por “celebridades” dos big brothers da vida e por músicas torpes sem essência! Linguagem de gênero? É só mais uma das muitas estupidez!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.