Furacão Ian deixa mais mortos na Flórida e avança para outros Estados

Fenômeno natural havia perdido intensidade, mas ventos fortes continuam na região sul dos EUA  
-Publicidade-
Furacão Ian
Furacão Ian | Foto: Reprodução/Redes sociais

Pelo menos 15 pessoas morreram até o início da noite de quinta-feira 29 durante a passagem do furacão Ian no Estado da Flórida, nos EUA. Autoridades calculam que o número de mortos pode aumentar, conforme o resgate às vítimas continua.

O fenômeno provocou estragos na Flórida e chegou a alcançar a categoria 4, a segunda mais alta na escala de intensidade. Depois de atingir partes da região, o furacão Ian caiu para a categoria 1 e posteriormente para tempestade tropical, conforme anunciou o Centro Nacional de Furacões dos EUA.

No entanto, o fenômeno natural recuperou força e voltou a ser enquadrado na categoria de furacão quando se moveu em direção aos Estados da Carolina do Sul e do Norte, produzindo ventos e chuvas fortes na região.

O furacão Ian atingiu na terça-feira 27 a Província de La Coloma, no oeste de Cuba, informou o Instituto de Meteorologia Cubano. Os primeiros ventos fortes começaram na noite anterior, quando autoridades emitiram alerta para que quase 40 mil moradores fossem evacuados da região.

‘Incrivelmente perigoso’, alerta Biden

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, alertou a população da Flórida para os perigos do furacão Ian na quarta-feira 28.

“Esta tempestade é incrivelmente perigosa, para dizer o óbvio”, afirmou Biden, em uma conferência na Casa Branca. “É uma ameaça à vida. Você deve obedecer a todos os avisos e instruções dos funcionários de emergência. Não tome nada como garantido. Use o julgamento deles, não o seu. Evacuar quando ordenado. Esteja preparado. Os avisos de tempestade são reais, os avisos de evacuação são reais, o perigo é real.”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.