-Publicidade-

Governo argentino impõe multa milionária a agência de viagem

Gestão de Alberto Fernández também puniu outras companhias do setor
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Casa Rosada
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Divulgação/Casa Rosada

O governo do presidente da Argentina, Alberto Fernández, multou a agência de viagem Decolar em 4 milhões de pesos argentinos (R$ 248.360,00, na cotação atual). Segundo o Ministério do Comércio Interno, a empresa não disponibilizou informações sobre os canais de atendimentos em que os consumidores podem solicitar remarcações, cancelamentos e reembolsos de passagens. Portanto, teria descumprido a Lei de Defesa do Consumidor.

“Através de omissões como não inserir o endereço eletrônico do órgão nacional que faz cumprir a Lei de Defesa do Consumidor, ou não informar o horário de funcionamento, nem o número de telefone ou site para consultas e/ou reclamações, a empresa não garantiu boas condições de atendimento, nem tratamento digno e equitativo aos seus clientes”, informou o governo peronista, conforme o portal Ladevi noticiou neste sábado, 27.

Além da Decolar, outras empresas foram multadas pela Direção de Defesa do Consumidor da Argentina por desrespeito às normas vigentes. São elas Glovo, OrdersYa, Telefónica de Argentina, Frávega, Sodimac, Walmart e Iguatemi (Key Biscane).

Leia também: “O alerta do tango argentino”, artigo de Rodrigo Constantino publicado na Edição 43 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. O bolivariano Fernández acabou de destruir a economia argentina e agora vai saquear as empresas da iniciativa privadas que teimosamente se mantiverem na Argentina.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.