HBO Max faz cortes e demite 70 funcionários

Objetivo do novo CEO da empresa, David Zaslav, é economizar mais de R$ 15 bilhões nos próximos dois anos
-Publicidade-
A HBO Max demitiu 70 funcionários nesta segunda-feira, 15
A HBO Max demitiu 70 funcionários nesta segunda-feira, 15 | Foto: Divulgação

A HBO Max demitiu 70 funcionários nesta segunda-feira, 15. A empresa, que passa por um processo de reestruturação, desmontou uma área onde são produzidas as obras originais, promoveu uma dança das cadeiras entre os executivos e dispensou 14% da equipe do diretor Casey Bloys, que é responsável pelo setor de conteúdo do serviço de streaming.

Ao comprar a WarnerMedia, a Discovery herdou uma dívida de mais de R$ 282 bilhões. O CEO, David Zaslav, prometeu ao mercado cortar R$ 15,2 bilhões nos próximos dois anos. A onda de demissões teve início em abril, quando a fusão dos dois grupos foi concluída.

Segundo o portal Los Angeles Times, as demissões também atingiram coproduções internacionais da HBO Max e o grupo responsável pela aquisição de conteúdo externo. O objetivo é que a plataforma de streaming se concentre em programas e filmes produzidos na Warner Bros. Discovery, em vez de comprá-los de outros estúdios.

-Publicidade-

Não serão produzidos novos conteúdos infantis. Looney Tunes e Cartoon Network, que estão no pacote, continuarão a ser transmitidos.

No segundo trimestre de 2022, os assinantes da HBO Max, HBO e Discovery+ somaram 92,1 milhões em todo o mundo — um aumento de 1,7 milhão, em comparação com os 90,4 milhões do trimestre anterior. Trata-se de um crescimento de 22%, em relação aos 75,8 milhões do ano anterior.

Leia também: “Cabo X streaming: você já cortou seu cordão?”, artigo de Dagomir Marquezi publicado na Edição 25 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.