Netanyahu não consegue formar novo governo em Israel

Impasse político no país, que se arrasta desde 2019, deve continuar
-Publicidade-
Benjamin Netanyahu é o primeiro-ministro de Israel
Benjamin Netanyahu é o primeiro-ministro de Israel | Foto: Reprodução/Flickr

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, não conseguiu reunir apoiadores o suficiente para formar um novo governo com maioria no Parlamento. Portanto, o impasse político no país, que se arrasta desde 2019, deve continuar. O Likud, partido comandado por Netanyahu, obteve a maioria dos votos nas eleições de março, convocadas após o rompimento da ampla coalizão com partidos não alinhados formada em 2020.

Para governar Israel, porém, é preciso ter 61 dos 120 assentos no Knesset, o Parlamento israelense. O Likud não obteve sozinho essa maioria, e precisaria de alianças para governar. Assim como ocorreu em 2019 e 2020, Netanyahu não conseguiu formar uma nova coalizão. O premiê, inclusive, chegou a tentar um inédito acordo com um partido árabe-muçulmano. Entretanto, não conseguiu o apoio necessário.

Leia também: “Pela 1ª vez em 10 meses, Israel não tem nenhuma morte por covid-19 em 24 horas”

-Publicidade-

Com informações do portal G1

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.