Nova York oferece R$ 517 a quem se vacinar

Especialistas desconfiam que a recompensa é forma de evitar impor nova obrigatoriedade do uso de máscara
-Publicidade-
Bill de Blasio, prefeito de Nova York | Foto:  Kevin Case/Flickr
Bill de Blasio, prefeito de Nova York | Foto: Kevin Case/Flickr

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou nesta quarta-feira, 28, que as pessoas que tomarem a primeira dose da vacina contra a covid-19, a partir da próxima sexta-feira, receberão um incentivo de US$ 100 — equivalentes a R$ 517 — em uma espécie de cartão de débito pré-pago.

Até o momento, 54,4% de toda a população da cidade recebeu pelo menos uma dose da vacina, número que sobe para 65,5% se considerados apenas os adultos. Nova York está entre os 20 Estados com maior número de vacinados.

Leia mais: “Biden adota tom ríspido com jornalista da NBC News”

-Publicidade-

Alguns especialistas desconfiam que a recompensa em dinheiro é uma forma de a cidade evitar impor nova obrigatoriedade do uso de máscara entre os vacinados, já que o Centro de Controle de Doenças voltou a recomendá-lo para diminuir os contágios com a variante Delta no país.

Leia também: “Em e-mails vazados no início da pandemia, Anthony Fauci dizia que o uso de máscara era pouco eficaz”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. Comentários [ 34 ]
    ENVIAR UM COMENTÁRIO
    T
    Thiago

    ± 4 minutos – Editado

    (2/2) A ineficácia de multar empresas que agem contra o pluralismo de idéias guiadas pela ideologia de um movimento totalitário ilustra bem o quão difícil é combater esses movimentos quando já que chegaram ao ponto de poder praticar a violência e o assassinato de reputações abertamente; com esses atos sendo vistos como legítimos por parcela significativa da sociedade. Uma das dificuldades é que no totalitarismo a ideologia age como eixo: atravessa todos os temas e aspéctos da vida e reduz tudo à luta contra “o mal”. Ñ importa se é saúde pública, arte visual ou sistema de votação, o “ódio do bem” antibolsonarista (anti”facista”) somará exforços de todos os lados, pra atacar sem excrúpulos.

    0
    0
    Responder
    T
    Thiago

    ± 24 minutos

    (1/2) Esse sistema de multas é ineficaz, quando se trata de grandes empresas cometendo crime político (sim, essa censura é motivada por ideologia e visa obter resultado político, contrário à democracia e ao pluralismo de idéias: merece a classificação de crime político). E nosso Estado ñ poderia ajustar a multa ao poder de pagamento do infrator sem violar a proibiçào de ‘enriquecimento sem causa’. Uma solução antiliberal que poderia funcionar seria proibir o Youtube de atuar no Brasil e criar uma alternativa à ele controlada pelo Estado Brasileiro. Melhor do que isso seria empresários por iniciativa própria criarem plataformas livres de censura ideológica.

    0
    0
    Responder
    Y
    Yuri

    ± 56 minutos

    Essas plataformas só vão sentir quando um juiz decidir suspender todos os comerciais pelo menos um dia caso venham a desrespeitar a decisão judicial. Aí eu quero ver.

    1
    0
    Responder
    G
    Gilberto Baroni

    ± 1 horas

    Eu acho o valor da multa irrisório. Deveria ser o faturamento diário do plataforma vezes o número de dias. Só quando estes censores sentirem no bolso é que mudarão a conduta. Se fosse 500 milhões, uma parte pra vítima da censura, uma parte para, por exemplo o CNPQ, ou para hospitais de caridade, estas empresas que exercem uma censura anticientífica repensariam suas condutas. Ficou muito barato.

    2
    0
    Responder
    R
    RPM

    ± 1 horas

    Excelente texto Cristina! A Google tem que parar de agir como uma esquerdista. E censurar coisas sérias.

    4
    0
    Responder
    R
    Rui Licinio Filho

    ± 2 horas

    A condenação ainda foi pouca! Teria que ser de milhão pra cima, pois o YouTube (e a Google, por tabela), acham que podem privatizar a liberdade de expressão no Brasil. Ainda bem que o Poder Judiciário está atento, mas as punições precisam ser ainda mais rigorosas!

    2
    0
    Responder
    A
    ABFeitoza

    .

    Não vou deixar que comentaristas, jornalistas, juízes, governadores, secretários, prefeitos, presidente, ministros e outros assemelhados – inúteis e despreparados 90% deles – assumam o controle sobre a minha VIDA! Não é o Youtube que me diz o que fazer … é meu médico, em quem confio. Esses “especialistas” que criticam o tratamento precoce (ou seja lá qual for o nome que se dê a ele) quantas vidas salvaram? E recomendam o quê aos doentes na fase inicial? Dipirona? É excelente para dores, mas resolve? Cuidem de suas vidas, e de suas atribuições profissionais, e não roubem nem se aliem a ladrões. Ah, “querem o meu bem”? “Que Deus me livre do meus amigos, que dos inimigos me livro eu”!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro