‘NY Times’ vai retirar parte de sua equipe de Hong Kong

O 'The New York Times' vai transferir parte dos funcionários do seu escritório de Hong Kong para Seul, a capital da Coreia do Sul
-Publicidade-
Sede do jornal em Nova York | Foto: tacskoo/Pixabay
Sede do jornal em Nova York | Foto: tacskoo/Pixabay | Times Hong Kong

Anúncio do jornal se deve à nova lei de segurança nacional imposta ao território; Hong Kong é inegavelmente o principal centro da imprensa mundial na Ásia

Times Hong Kong
Sede do jornal em Nova York | Foto: tacskoo/Pixabay

O The New York Times vai transferir parte dos funcionários de seu escritório de Hong Kong para Seul, a capital da Coreia do Sul. Isso acontece duas semanas após a China impor uma lei de segurança nacional ao território.

-Publicidade-

O jornal norte-americano afirmou que seus funcionários enfrentam dificuldades de segurança no exercício do trabalho. A equipe de jornalismo digital, cerca de um terço do escritório em Hong Kong, vai ser transferida para a Coreia do Sul no início do próximo ano.

“Devido às incertezas no momento, estamos fazendo planos para diversificar a presença geográfica de nossa equipe”, afirmou um porta-voz do jornal.  “Manteremos forte presença em Hong Kong e temos firme intenção de manter a cobertura em Hong Kong e na China”, completou.

A decisão do jornal é um duro golpe no status da cidade como o principal centro do jornalismo na Ásia, segundo informa a agência de notícias Reuters. No início deste ano, o governo chinês anunciou que não ia permitir que jornalistas sediados em Hong Kong participassem da cobertura na China continental.

Por meio de uma nota, o governo de Hong Kong afirmou que a cidade permanece como um importante centro regional de mídia.

Imprensa em Hong Kong

Outros importantes veículos mundiais de mídia, como Wall Street Journal, The Financial Times e a Agence France-Presse, possuem a sede asiática em Hong Kong.

Veja também: “Facebook, Google e Microsoft repensam operações em Hong Kong”

Anteriormente, a Reuters transferira sua sede asiática para Singapura, quando o Reino Unido devolveu Hong Kong para a China, em 1997.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.