Olimpíada: Mayra Aguiar ganha medalha de bronze no judô

Brasileira faz história e se torna primeira atleta do país a conquistar três medalhas olímpicas em um esporte individual
-Publicidade-
A judoca Mayra Aguiar conquistou mais uma medalha para o Brasil nos Jogos de Tóquio
A judoca Mayra Aguiar conquistou mais uma medalha para o Brasil nos Jogos de Tóquio | Foto: Divulgação/Time Brasil/COB

A judoca brasileira Mayra Aguiar fez história nesta quinta-feira, 29, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela conquistou a medalha de bronze na categoria até 78kg ao derrotar a sul-coreana Hyunji Yoon.

Com o resultado, Mayra se torna a primeira atleta do Brasil a levar três medalhas olímpicas em um esporte individual — Fofão, da seleção de vôlei, também tem três medalhas no currículo. Antes de Tóquio, Mayra já havia subido ao pódio nas Olimpíadas de Londres, em 2012, e do Rio de Janeiro, em 2016 (com dois bronzes). É também a primeira a alcançar este feito em três edições consecutivas dos Jogos.

Leia mais: “Italo Ferreira garante 1° ouro ao Brasil na Olimpíada de Tóquio”

-Publicidade-

Com o bronze de Mayra, o judô brasileiro chegou à marca de 24 pódios na história olímpica — é a modalidade que mais deu medalhas para o país.

“Não estou conseguindo falar. Estou emocionada. Acho que é a conquista mais importante para mim. Foram difíceis os últimos tempos, bem difíceis, tem que superar, superar de novo e de novo. Não aguentava mais fazer cirurgia, ainda mais no momento em que vivemos, tive medo, angústia. Mas continuei. Dar o nosso melhor vale a pena”, afirmou a medalhista olímpica em entrevista à TV Globo.

Leia também: “Deputado cita Rayssa Leal para defender o trabalho infantil”

A judoca brasileira teve de enfrentar uma série de problemas durante a preparação para os Jogos de Tóquio. O maior deles foi uma cirurgia realizada em novembro do ano passado, que ameaçou, inclusive, sua participação na Olimpíada. Ao longo da carreira, Mayra passou por sete cirurgias.

Até o momento, a delegação brasileira soma seis medalhas na Olimpíada de Tóquio: uma de ouro, duas de prata e três de bronze. O país ocupa a 19ª colocação no quadro geral.

Leia também: “A Olimpíada mais improvável de todos os tempos”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro