OMS projeta fim da pandemia em 2022

Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS, alertou para os riscos da variante Ômicron e criticou desigualdade na vacinação
-Publicidade-
Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS
Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS | Foto: Divulgação/OMS

A pandemia de covid-19 deve chegar ao fim em 2022. A projeção foi feita nesta segunda-feira, 20, pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva na sede do órgão, em Genebra (Suíça).

Segundo Adhanom, apesar da preocupação com novas variantes e da disparidade das campanhas de imunização em diferentes partes do mundo, 2022 deve ser “o ano em que acabaremos com a pandemia”.

“No próximo ano, a OMS está empenhada em fazer todo o possível para acabar com a pandemia”, afirmou o chefe da OMS, ao ser indagado sobre o possível fim da pandemia em 2022.

-Publicidade-

“Se quisermos acabar com a pandemia em 2022, devemos acabar com a desigualdade no acesso às vacinas, garantindo que 70% da população de todos os países esteja vacinada até meados do ano que vem”, completou Adhanom.

Ainda de acordo com o diretor-geral da OMS, a propagação da variante Ômicron do coronavírus, detectada inicialmente na África do Sul e altamente contagiosa, levou alguns países a enfrentarem uma quinta onda da doença e endurecerem as restrições.

Adhanom alertou para a necessidade do uso de máscaras, principalmente durante as comemorações familiares de fim de ano.

Reforço contra a Ômicron

Como noticiado por Oeste mais cedo, a dose de reforço contra o coronavírus pode apresentar resultados satisfatórios no combate à variante Ômicron. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 20, pela empresa de biotecnologia Moderna, de acordo com os números preliminares.

“O reforço atualmente autorizado aumentou os níveis de anticorpos neutralizantes contra Ômicron em aproximadamente 37 vezes, em comparação com os níveis de pré-reforço”, comunicou. Porém, os níveis de proteção podem subir consideravelmente se a dose for dobrada, chegando a 83 vezes, em comparação com os níveis pré-reforço, afirmou a farmacêutica.

Atualmente, a vacina da Moderna é uma das mais utilizadas nos Estados Unidos.

Com informações da Agência France-Presse

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

    1. Quem é “caenta”? Do que vive? Por que acusa Bolsonaro de ser globalista? Por que esconde seu verdadeiro nome? Por que maltrata tanto nosso vernáculo? Ele usa google tradutor? Ele só quer semear a discórdia?
      Não percam seu próximo post.

  1. Tem que ser um perfeito idiota para acreditar na OMS. A pandemia ou fraudemia vai terminar segundo o globalista do Tedros, o amigo do Bolsonaro em 2022 se o 70% das pessoas do mundo todo estiveram totalmente vacinadas (com quantas doses?). Ou seja, sendo que os PAPANATAS totalmente vacinados (pegando Ômicron) agora segundo uma publicação da Revista GlobOESTE serão totalmente vacinados com 4 doses, e considerando que acho improvável que eles logrem vacinar o 70% das pessoas do mundo (improvável por que tem incauto mas não o 70%) a pandemia dos globalistas não vai terminar. Ainda acho muito difícil que eles logrem assustar os Africanos que são junto os Amish foram os únicos que não compraram o medo dos globalistas da OMS e portanto mais inteligentes
    O próximo anos na Revista GlobOESTE vai sair uma matéria:
    Tedros o globalista amigo do Bolsonaro diz que a pendemia não terminou por que não se logrou vacinar o 70% das pessoas do mundo todo. Ainda vamos ter bilhões de incautos quadruple vaxxed com Covid como esta já acontecendo com os dual e triple vaxxed que eu chamo dos INCAUTOS

  2. OMS? Fim da pandemia no ano que vem?
    Ai, minha Portela
    Quando vi você passar
    Senti o meu coração apressado
    Todo o meu corpo tomado
    Minha alegria voltar…
    Só que não…

  3. Ao mesmo tempo que essa coisa projeta o fim da pandemia para o próximo ano, ele reforça a importância das pessoas usarem a focinheira nas festas de fim de ano junto aos familiares. Esse cara é pra ser levado a sério?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.