Países do G7 querem frear avanço global da China

Objetivo é rivalizar com Pequim no financiamento de infraestrutura em nações mais pobres
-Publicidade-
Xi Jinping é o líder da China
Xi Jinping é o líder da China | Foto: Reprodução/Flickr

Os líderes do G7, grupo dos países mais industrializados, firmaram acordo ontem, sábado 12, que visa a conter o crescente avanço da China no financiamento de infraestrutura para as nações mais pobres.

Em conferência realizada no sudoeste da Inglaterra, o projeto Build Back Better for The World (Reconstruir Melhor Para o Mundo) foi aprovado por Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e Estados Unidos.

O plano tem como objetivo ser uma alternativa ao projeto chinês One Belt, One Road, que pretende revitalizar a chamada Rota da Seda, modernizando a infraestrutura e as telecomunicações para melhorar a conectividade entre Ásia e Europa.

-Publicidade-

“Não se trata apenas de confrontar ou enfrentar a China”, explicou um alto funcionário do governo Joe Biden. “Mas, até agora, não oferecemos uma alternativa positiva que reflita nossos valores, nossos padrões e nossa maneira de fazer negócios.”

A chanceler alemã, Angela Merkel, classificou o projeto como “iniciativa importante”. “É ambição do G7 ter uma agenda positiva para vários países que ainda estão atrasados”, afirmou.

Leia também: “O jogo do gigante”, reportagem de Cristyan Costa publicada na Edição 58 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Depois de saquear as riquezas minerais e deixar um legado de destruição e pobreza pelos continentes, agora os países, “ditos” de primeiro mundo, estão preocupados com o avanço da China. Todos querem vantagens para seus próprios povos, é disso que se trata.

  2. Finalmente acordaram. Que seja pelo bem do Ocidente, principalmente para países sub desenvolvidos, e não apenas para o próprio umbigo do G7. A China não pode continuar devorando e escravizando o mundo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site