-Publicidade-

Papa Francisco critica quem viajou para evitar ‘lockdown’

"Buscaram satisfazer o próprio prazer", declarou o pontífice
O "fique em casa" provoca mais mortes que a covid-19, garante relatório
O "fique em casa" provoca mais mortes que a covid-19, garante relatório | Foto: Divulgação/Vatican News

O Papa Francisco teceu críticas neste domingo, 3, aos que viajaram nas festas de réveillon para evitar restrições sociais nos países em que vivem. “Eles não pensaram naqueles que estavam ficando em casa, nos problemas econômicos que atingiram várias pessoas durante o lockdown, nas pessoas doentes, apenas em sair no feriado e se divertir. Buscaram satisfazer o próprio prazer. Eles realmente me entristeceram”, declarou o pontífice, em vídeo transmitido a fiéis, na manhã de hoje. Sua Santidade também alertou para possíveis problemas que podem surgir este ano.

“Não sabemos o que 2021 vai nos reservar, mas o que todos podemos fazer, juntos, é um pouco mais de esforço para cuidarmos uns dos outros. Existe a tentação de cuidarmos apenas de nossos interesses”, acrescentou. Reportagem publicada na edição n° 14 da Revista Oeste informa que a paralisação da economia não alterou a curva de contágio do coronavírus. Além disso, o “fique em casa” pode causar mais mortes do que a covid-19. A matéria se baseou em um relatório publicado pelo banco J. P. Morgan, uma das instituições financeiras de mais prestígio no mundo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês