Papa Francisco visita o Iraque em meio à pandemia

Pontífice chegou ao país para transmitir mensagem de paz e reconciliação
-Publicidade-
É a 33ª viagem do papa Francisco em seu pontificado
É a 33ª viagem do papa Francisco em seu pontificado | Foto: Divulgação/Vaticano

O papa Francisco chegou ao Iraque nesta sexta-feira, 5, para a viagem de número 33 de seu pontificado, com o objetivo de transmitir uma mensagem de paz e reconciliação no país, que está confinado pela pandemia de covid-19 e foi afetado por anos de violência. Em Bagdá, ele defendeu a luta contra a corrupção e os abusos de poder. Pediu, também, o fim da “violência”, dos “extremismos” e “intolerâncias”. “É preciso construir justiça, fazer crescer a honestidade, a transparência e fortalecer as instituições”, disse ele. Francisco ainda criticou as “atrocidades sem sentido” cometidas pelo grupo terrorista Estado Islâmico em 2014 contra a minoria yazidi, que foi submetida à escravização. “Não posso não recordar os yazidis, vítimas inocentes de atrocidades sem sentido e desumanas, perseguidos por causa de sua afiliação religiosa, cuja identidade e sobrevivência foram ameaçadas”, disse ele, em discurso às autoridades iraquianas.

Leia também: “Francisco fala sobre a morte: ‘Não volto para a Argentina’”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.