Para conter variante Delta, Portugal tem novo toque de recolher

Medida se aplica a Lisboa e outros 44 municípios com as maiores taxas de contágio
-Publicidade-
Portugal: novo toque de recolher devido ao avanço da variante Delta
Portugal: novo toque de recolher devido ao avanço da variante Delta | Foto: Viv Lynch/Flickr

A partir desta sexta-feira, 2, cerca de metade dos portugueses será submetida a um toque de recolher noturno, das 23 horas às 5 da manhã. Portugal ultrapassou, nesta semana, a marca de 2.000 novos casos diários de covid-19. Desde fevereiro isso não acontecia no país.

O toque de recolher vai ser aplicado nos 45 municípios com as maiores taxas de contágio, incluindo a capital Lisboa, noticiou o jornal Valor Econômico. Pelo segundo fim de semana consecutivo, o acesso à área metropolitana da capital, para moradores de outras regiões, está proibido, conforme reportou Oeste.

Antes da chegada da variante Delta e de sua transmissão doméstica, Portugal estava com média diária de 500 infectados. Segundo dados do Our World in Data, a variante já é a causa de 74% das infecções pelo novo coronavírus no país.

-Publicidade-

“Não estamos em um momento de alegar que a pandemia está sob controle”, afirmou a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva. “Precisamos seguir as regras, evitar aglomerações e conter os números.”

Vacinação

Portugal tem buscado acelerar sua campanha de vacinação. Um terço dos portugueses está completamente imunizado, tendo completado o regime vacinal. Os maiores de 18 anos poderão tomar a primeira dose do imunizante a partir do próximo domingo, 4.

Confira os números atualizados do Brasil e do Mundo no painel “Os números da covid-19”, publicado por Oeste e atualizado diariamente

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Variantes do covid-19: alfa, beta, gama, delta, eta… A variante delta é a indiana e a última versão a eta, ao que tudo indica apareceu na Alemanha. Onde isso irá parar? Vão dizer que esse vírus é originário da natureza? Me enganem que eu gosto… Já desconfio de tudo, inclusive dessas vacinas. Coincidência ou não, essas duas últimas variantes apareceram durante a vacinação em massa. Não sou médico e muito menos virologista mas não é preciso ter mais do que cinco neurônios para desconfiar disso.

    1. Me esqueci da mais uma variante; a variante lambda originária do Perú em um post logo abaixo. No alfabeto grego, da letra eta para a lambda existem várias outras (teta, iota e kappa), já saltaram todas essas letras ou a coisa está pior do que eu penso? Enfim, só falta gastar todo o alfabeto grego e passar para o hebraico (aleph, beit, veit…). É senhores, o negócio está feio e com um buraco no meio…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site