Pfizer nega que os EUA compraram todas as vacinas contra a covid-19

Farmacêutica garante que está em contato com todos os países para disponibilizar sua futura vacina à população
-Publicidade-
Imunizante não foi adquirido totalmente pelos EUA | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR
Imunizante não foi adquirido totalmente pelos EUA | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR | Imunizante não foi adquirido totalmente pelos EUA | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

Farmacêutica garante que está em contato com todos os países para disponibilizar sua futura vacina à população

pfizer
Imunizante não foi adquirido totalmente pelos EUA | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

Os Estados Unidos não adquiriram todas as doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 que serão produzidas neste ano. É o que informou ontem a empresa em nota. No comunicado, a farmacêutica garante que “a sua produção do imunizante, até o fim de 2021, está estimada em 1,3 bilhão de doses”. Além disso, a companhia informa que está em contato com os governos de todo o mundo, incluindo o Brasil. Dessa forma, para disponibilizar sua futura vacina à população. Nesta semana, o governo norte-americano desembolou US$ 1,95 bilhão para comprar 100 milhões de doses do produto da Pfizer. A compra também prevê entrega de até cerca de 500 milhões de doses ao longo do próximo ano.

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.