Presidente da Argentina fecha acordo bilionário com a China

Partido Comunista vai investir em ferrovias
-Publicidade-
Comunistas estão de olho no país latino-americano
Comunistas estão de olho no país latino-americano | Fotomontagem/Internet

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou quatro acordos de investimento com a China. Na sexta-feira 11, o Partido Comunista se comprometeu a desembolsar US$ 4,69 bilhões para revitalizar ferrovias do interior do país sul-americano. De acordo com o governo peronista, a medida deve gerar 28 mil empregos. As obras serão executadas pelas estatais China Railway Construction e China Machinery Engineering Corporation.

Um dos contratos prevê “repaginar” a ferrovia Belgrano Cargas, com investimentos de US$ 816,7 milhões. Outro acordo quer desenvolver o chamado trem Norpatagônico. Serão investidos US$ 784 milhões para a recuperação dos trilhos já existentes. Os comunistas também se comprometeram a investir na linha San Martín, da Trenes Argentinos Cargas. No total, a expectativa é que sejam gastos US$ 2,6 bilhões para equipar a ferrovia.

Leia também: “O drama dos argentinos que comeram frango estragado”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

24 comentários Ver comentários

  1. Vejo os comentários com muita preocupação pois estão só se lamentando pela Argentina mas a verdadeira intenção dos chineses é o Brasil. Estão só cercando para logo logo dá o golpe, as eleições já são Fraudadas pra isso mesmo pra colocar governantes corruptos no poder pois assim fica fácil pra China comprar tudo e se apropriar de tudo. Que o Brasil abra bem os olhos porque o que tem de sobra aqui no Brasil são políticos e judiciário corruptos e i inimigos da nação…Povo que dorme é povo escravo..

  2. Chamam isso de acordo bilionario?
    Argentina vende malha ferroviaria para china deveria ser o titulo da materia, em todos os países em que houve estes acordos a china passou a explorar o serviço em portos ,ferrovias , aeroportos, tudo passa a ser propriedade da china. E argentino não vai transportar produção nenhuma por ferrovia sem pagar e vai pagar caro, foi um negocio da china , pros governantes de bolso cheio.

  3. Cristina já esfrega as mãos imaginando a farra que irá fazer com essa grana! O fato é que grande parte irá pra acalmar os insaciáveis sindicatos peronistas!
    Argentina não tem mais volta!
    Viva os hermanos socialistas!
    Venezuela ao norte e Argentina ao sul…Bolívia a oeste…estamos cercados!
    Cuidemos do leste…pois os pesqueiros chineses começaram a invadir o Atlântico!

  4. Veremos “o amanhã” da Argentina, o Último Tango em Pequim kkkkkkkkkkkk
    Vai nessa que a China é boazinha, Los hermanos estão vendendo a Argentina.

  5. Vamos olhar positivamente. Com o andar das negociações, os sacoleiros em futuro próxima deixar de trazer as falsificações do Paraguai. Comprarão as porcarias na fonte a Argentina democrática da china.

    1. Em breve veremos o funeral da Argentina , executada pelo PCChinês, com a participação do traidor Fernandez e sua laia, comunista.

  6. Esse dinheiro vai ser uma festa igual ao PAC da Dilma. O presidente da Argentina vai gerar empregos para o pessoal do partido dele e enrolar os desesperados hermanos.

    1. Como o Bolsonaro refreou um pouco a sanha autoritária do Xi Jinping em comprar e dominar o Brasil, a Argentina poderá ser a opção estratégica da vês e ser transformada no seu maior produtor de soja e carne bovina e deixar de ser dependente de produtos brasileiros. Para isso já começaram a investir na malha ferroviária para a logística no transporte de grãos e carnes, como primeira etapa do corredor de exportação-importação da ferrovia trans-pacifico, inicialmente projetado para o Brasil comunista da Dilma.
      Todavia, a principal jogada da China é geo-política e envolve o controle total das terras e mares do cone sul, indo das Ilhas Malvinas, local onde tem muito petróleo e muita pesca, até a Antártica.
      Se os incautos não sabem, o Xi Jimping já tem uma gleba de terra chinesa em território argentino, na qual nenhum argentino pode entrar, para instalar um sistema militar de monitoramento eletrônico da terra e do mar do sul do hemisfério sul, com prioridade no espaço aéreo e na estratosfera.

      1. Até acho que isso é verdade mesmo! Mas pergunto, o que estão fazendo os Estados Unidos que abandonaram a América do Sul à própria sorte a muito tempo.
        Geopoliticamente falando, os Estados Unidos são um fracasso e ninguém pode culpar os argentinos de caírem nas mãos dos chineses.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.