Quadros de Picasso e Mondrian são achados num barranco na Grécia

Obras foram roubadas da Galeria Nacional de Atenas por um operário de construção
-Publicidade-
A obra <i>Cabeça de Mulher</i>, de Pablo Picasso | Foto: Divulgação
A obra Cabeça de Mulher, de Pablo Picasso | Foto: Divulgação

Três quadros de valor inestimável foram encontrados no barranco de uma floresta perto de Porti Rafti, próximo a Atenas. Os quadros são Cabeça de Mulher, de Pablo Picasso, Moinho de Stammer, do holandês Piet Mondrian, e um rascunho do italiano Guglielmo Caccia datado do século 16.

“Cancele seu ratatouille: a cozinha francesa também seria racista” 

Os quadros foram roubados da Galeria Nacional de Atenas por um operário de construção de nome ainda não divulgado. Ele declarou que não queria ganhar dinheiro com as obras, apenas “estava interessado em arte”.

-Publicidade-

Para realizar seu ousado roubo, ele visitou a galeria mais de 50 vezes, prestando atenção a cada detalhe da rotina dos guardas. Seu advogado está tentando um acordo de leniência para o cliente, por seu arrependimento e colaboração com as investigações.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site