Reino Unido passa a aceitar a CoronaVac para viajantes brasileiros

Os turistas que tenham sido imunizados com a vacina chinesa poderão apresentar o certificado de vacinação para entrar no país
-Publicidade-
A medida está valendo desde segunda-feira 22 para os viajantes vacinados com a CoronaVac
A medida está valendo desde segunda-feira 22 para os viajantes vacinados com a CoronaVac | Foto: Divulgação

O Reino Unido passou a reconhecer a CoronaVac como uma vacina aprovada contra a covid-19.

A decisão consta em atualização sobre as regras relacionadas a vacinas contra o vírus e à entrada de turistas no país, que passaram a valer a partir de segunda-feira 22. As informações são da Agência Brasil.

Com isso, turistas brasileiros que desejem viajar para o Reino Unido e tenham sido imunizados com a CoronaVac podem apresentar o certificado de vacinação para entrar no local.

-Publicidade-

Apesar de não ser aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos, a CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, vem sendo aceita em diversos países do continente, como Espanha, Finlândia e Suíça.

Além da CoronaVac, também foram reconhecidas as vacinas Sinopharm Beijing e Covaxin. Na decisão, foram incluídos novos países com possibilidade de entrar no Reino Unido com a prova de vacinação.

Estão no grupo, por exemplo, Bolívia, Equador, Bielorrúsia, República Dominicana, República Democrática do Congo, Laos, Líbia, Moçambique, Senegal, Zâmbia e Zimbábue.

Desde 11 de outubro, turistas brasileiros já podiam entrar no Reino Unido sem necessidade de quarentena, desde que tivessem totalmente imunizados contra a covid-19 com as vacinas de Oxford/AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna.

Terceira dose

O Ministério da Saúde orientou a aplicação da terceira dose dos imunizantes contra a covid-19 da Pfizer ou da AstraZeneca para qualquer pessoa vacinada com a CoronaVac que irá fazer viagens internacionais a países que não aceitam a vacina fabricada pelo Instituto Butantan.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Por que não aceitar, uai? Uma a mais, uma a menos, não faz diferença, já que nenhuma serve a sua finalidade mesmo. O mundo quase todo vacinado, porém, a contaminação continua firme e forte.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.