Senadores vão a Angola resolver conflito da igreja Universal

Senadores vão a Angola resolver conflito da igreja Universal
-Publicidade-
Palácio do Itamaraty | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Palácio do Itamaraty | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado | indicações governo

Missão de senadores visa a solucionar conflito entre os pastores da igreja do bispo Edir Macedo no país africano

indicações governo
Sede do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente da Comissão de Relações Exteriores, senador Nelsinho Trad (PSD-MT), se reúne nesta quarta-feira, 22, com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para discutir uma missão do Brasil em Angola.

-Publicidade-

Conforme apurou Oeste, o governo e Trad tentam uma solução para a crise interna que assola a Igreja Universal do Reino de Deus no país africano. Um grupo de parlamentares irá até Angola para tentar solucionar o problema.

Desde o fim de junho, parte dos templos da instituição foi tomada por um grupo de bispos, pastores e obreiros angolanos que não concordam com o comando do bispo Honorilton Gonçalves, braço direito do bispo Edir Macedo. Trad assumiu a defesa dos pastores brasileiros alinhados a Macedo, que, segundo ele, estariam sofrendo “ameaças de morte” no país.

Leia mais: “Um senador custa caro. Um Davi Alcolumbre custa muito mais”

A missão conta com o apoio do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Contudo, o democrata afirmou que aguarda o “melhor momento” para enviar o grupo de senadores até o país africano. Um avião da Força Aérea Brasileira será disponibilizado para a missão.

Além de senadores, também o presidente Jair Bolsonaro atuou em prol do grupo de brasileiros. Na última semana Bolsonaro enviou uma carta ao presidente de Angola, João Manuel Lourenço, manifestando “preocupação” com os “recentes episódios”. Além disso, pediu maior proteção aos membros brasileiros da Universal.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.