Talibã impede trabalho de jornalista afegã

Shabnam Dawran teve seu acesso negado às dependências da emissora estatal RTA
-Publicidade-
A jornalista afegã Shabnam Dawran
A jornalista afegã Shabnam Dawran | Foto: Reprodução/Redes sociais

Na quinta-feira 19, uma jornalista afegã informou que foi impedida de trabalhar por membros do Talibã. A apresentadora Shabnam Dawran teve seu acesso às dependências da emissora estatal RTA negado, enquanto seus colegas homens tinham a entrada liberada. Ela exerceu suas atividades naquela empresa nos últimos seis anos.

Leia também: “A tragédia do Afeganistão envergonha o Ocidente”, artigo publicado na Edição 73 da Revista Oeste

Shabnam denunciou a restrição em um vídeo publicado nas redes sociais. Na gravação, a jornalista afirma que sua vida está sob ameaça.

-Publicidade-

Leia mais: “Terroristas do Talibã matam parente de jornalista de emissora alemã”

“Não me dei por vencida depois da mudança de regime e me dirigi para o meu escritório. Infelizmente, não tive permissão para entrar”, disse. “Aqueles que estão me ouvindo, se é que o mundo me ouve, ajudem-nos, pois nossas vidas estão ameaçadas.”

Emirado Islâmico do Afeganistão

Ontem, o Talibã declarou que o Afeganistão passou a se chamar Emirado Islâmico do Afeganistão (EIA). Esse é o mesmo nome utilizado pelo grupo extremista na primeira vez em que esteve no poder (1996-2001) — quando mulheres eram impedidas de trabalhar e estudar.

No mesmo dia, Waheedullah Hashimi, um dos principais comandantes dos talibãs, afirmou que o EIA deve seguir leis semelhantes ao primeiro governo da milícia islâmica no país.

“Não haverá nada como um sistema democrático porque isso não tem nenhuma base no nosso país”, afirmou Hashimi. “Nós não vamos discutir qual será o tipo de sistema político que vamos aplicar no Afeganistão porque isso é claro: a lei é sharia [conjunto de regras islâmicas tradicionais], e é isso.”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários

      1. A intenção de Biden é clara.Ele queria deixar o Afeganistão ser dominado pelo. Talibã, afinal, ele aprova tudo que não presta.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro