Viúva de presidente assassinado do Haiti volta ao país com colete à prova de bala

Martine Moïse foi recebida pelo primeiro-ministro em exercício, Claude Joseph, um dos suspeitos de envolvimento no crime
-Publicidade-
Martine Moïse chega a Porto Príncipe após receber alta de hospital nos Estados Unidos
Martine Moïse chega a Porto Príncipe após receber alta de hospital nos Estados Unidos | Foto: Divulgação/Governo do Haiti

Martine Moïse, viúva do presidente assassinado do Haiti, Jovenel Moïse, retornou ao país neste fim de semana para acompanhar o funeral do marido. Ferida no atentado contra o ex-líder haitiano, no dia 7 de julho, ela estava internada em um hospital de Miami, nos Estados Unidos.

Martine chegou à capital Porto Príncipe usando um colete à prova de balas e com o braço direito apoiado em uma tipoia. Ela foi recebida pelo primeiro-ministro em exercício, Claude Joseph, e não falou com os jornalistas.

Leia mais: “Embaixadores pedem que Haiti seja liderado por primeiro-ministro afastado do poder”

-Publicidade-

O funeral de Jovenel Moïse está marcado para sexta-feira 23 em Cap-Haitien, cidade histórica no norte do país. O crime continua sob investigação. O próprio Joseph é um dos suspeitos de envolvimento no caso. A polícia já prendeu mais de 20 pessoas — entre as quais o médico Christian Emmanuel Sanon, de 63 anos, apontado como o mentor do crime.

Dagomir Marquezi: “Quem mandou matar o presidente do Haiti?”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site