Revista Oeste - Eleições 2022

Xi Jinping: China espera ‘novos recordes’ na relação comercial com a Rússia

Apesar de sanções econômicas impostas pelo Ocidente aos russos, chineses falam em aumento de cooperação
-Publicidade-
Xi Jinping participa do Fórum Econômico de São Petersburgo, com Vladimir Putin
Xi Jinping participa do Fórum Econômico de São Petersburgo, com Vladimir Putin | Foto: Tass/Divulgação

A afinidade econômica entre China e Rússia segue em alta, mesmo em tempos de guerra. Enquanto Estados Unidos e União Europeia se esforçam para limitar a influência financeira dos russos, como retaliação pela invasão militar da Ucrânia, os chineses vão na direção contrária.

O presidente chinês Xi Jinping manifestou nesta semana que espera por “novos recordes” na relação comercial com a Rússia nos próximos meses.

As declarações de Xi Jinping foram reproduzidas pela emissora estatal russa RT, na última sexta-feira, 17. Segundo o texto, o presidente chinês reiterou o compromisso de negociar com a Rússia, apesar das sanções impostas ao país por nações ocidentais.

-Publicidade-

“Hoje nossa cooperação entre a Rússia e a China está aumentando”, disse Xi Jinping, de acordo com a emissora RT.

“O comércio no primeiro semestre deste ano foi na casa das dezenas de bilhões de dólares e podemos esperar novos recordes nos próximos meses, o que prova a grande cooperação entre nossas duas nações.”

O comércio entre a China e a Rússia totalizou US$ 65 bilhões nos primeiros cinco meses deste ano, um aumento de 28,9% em relação a 2021, segundo dados alfandegários oficiais chineses.

Xi Jinping mantém uma relação estreita com Vladimir Putin, que visitou Pequim em fevereiro. No início da semana, os dois chefes de Estado tiveram conversa por telefone, em que o presidente da China pediu por um esforço diplomático junto aos ucranianos pelo fim do conflito, segundo transcrições do diálogo do governo chinês.

Desde o início da crise, o governo da China tem recusado chamar o ataque da Rússia à Ucrânia de invasão. Xi Jinping também não falou oficialmente com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky desde que o conflito começou, no final de fevereiro.

China em fórum econômico na Rússia

Em mais uma demonstração de proximidade entre os dois países, Xi Jinping participou na última sexta-feira de um debate no 25º Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo. Por vídeo, o presidente chinês fez um discurso em defesa do multilateralismo, sem menções específicas sobre a guerra na Ucrânia ou as tensões recentes entre russos e nações ocidentais.

O líder chinês falou logo depois da abertura do evento, que contou com um discurso de Vladimir Putin. Xi Jinping preferiu fazer um panorama mais genérico do mundo atual e falou em remoção de barreiras comerciais e maior cooperação com outros países.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.