A médica e o monstro, por Guilherme Fiuza

Em conto publicado na Edição 63 da Revista Oeste, colunista descreve o cenário em que uma médica honesta é insultada por um monstro
-Publicidade-
Qualquer semelhança com a realidade é mera semelhança
Qualquer semelhança com a realidade é mera semelhança | Foto: Divulgação/Revista Oeste

Em conto publicado na Edição 63 da Revista Oeste, o colunista Guilherme Fiuza escreve uma história “fictícia”, não vinculada à realidade concreta, em que uma médica honesta é insultada por um monstro.

Leia um trecho

“Diálogo surrealista num tribunal surrealista. Qualquer semelhança com a realidade é mera semelhança.

-Publicidade-

— A senhora não respondeu a minha pergunta.

— Eu…

— Não me interrompa! Estou falando, não tá vendo?

— Mas como é que eu vou…

— Cala a boca! Se me interromper de novo serei obrigado a tomar medidas duras contra a senhora.

— …

— Voltando: por que a senhora não respondeu a minha pergunta?

— …

— A senhora está surda? Fiz uma pergunta!

— Já posso falar?

— Ah, tá debochando, né? Sabe o que pode acontecer com quem debocha neste interrogatório?

— Não, só fiquei confusa com as regras…

— Tu tá mentindo!

— Hein? Só disse que fiquei confusa.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 63 da Revista Oeste vai além do conto  de Guilherme Fiuza sobre a inquisição de uma médica honesta. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Ana Brambilla, Evaristo de Miranda, Rodrigo Constantino, Ana Paula Henkel, Silvio Navarro, Dagomir Marquezi e Theodore Dalrymple.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Infelizmente é fato.
    Depois de tanto aparelhamento e permissividade à corruptos, ignorantes e marginais com posse em nossos Poderes, hoje o Brasil tem noção do quão prejudicial significa o socialismo/progressismo/comunismo no poder.
    Sistema absolutamente dependente de apoio em troca de recursos distribuídos para a Imprensa, Parlamento, Escolas e Universidades, artistas, e para todo aquele que tenha visibilidade pública e possa lhe fazer propaganda positiva e/ou manipular o povo mais frágil, favoravelmente ao sistema.
    Nós conseguimos pular do barco em tempo; no entanto, a corrupção está tão incrustada no Estado Brasileiro, de forma que temos quase 2 anos e meio a esquerda corrupta e marginal nada produzindo de útil à sociedade (como de praxe), a não ser tentar desestabilizar o País para seu retorno ao poder!
    E é daí que vemos esse cenário macabro protagonizado por membros do Senado com o aval e incentivo do STF!
    Pobre Brasil, continua sangrando!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.