Barroso rejeita no momento adiar as eleições

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que as eleições municipais de outubro não devem ser adiadas.
-Publicidade-
Ministro Barroso 
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Ministro Barroso Foto: José Cruz/Agência Brasil

Para ministro que assume a presidência do TSE em maio, crise do coronavírus deve estar superada até outubro

Ministro Barroso
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que as eleições municipais de outubro não devem ser adiadas.

-Publicidade-

Em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Barroso disse que as eleições são essenciais para a democracia e que: “Só se deve cogitar adiá-las diante da absoluta impossibilidade de sua realização”.

O ministro assume a presidência do TSE em maio e espera que a epidemia tenha passado até a realização do pleito. “Agora, se lá na frente ainda estivermos diante de uma pandemia, ai sim será o caso de se pensar em alternativas”, declarou Barroso.

As incertezas pelo coronavírus levaram alguns parlamentares a defenderem o adiamento do pleito. Segundo eles, casos as medidas de restrição estejam valendo em julho, as convenções de escolha dos candidatos seriam inviáveis.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.