Carla Zambelli almoça com embaixadores para falar dos resultados da COP26

Deputada se encontrou com representantes da União Europeia, Dinamarca, Finlândia, Noruega, França e Reino Unido
-Publicidade-
Deputada Carla Zambelli se reúne com embaixadores | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Deputada Carla Zambelli se reúne com embaixadores | Foto: Reprodução/Redes Sociais

A presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, Carla Zambelli (PSL-SP), se reuniu nesta quinta-feira, 18, com embaixadores e representantes da União Europeia, Dinamarca, Finlândia, Noruega, França e Reino Unido para falar sobre a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26).

O objetivo do almoço, organizado pela Embaixada do Reino dos Países Baixos, foi tratar sobre os resultados da cúpula realizada na Escócia, além de discutir sobre políticas ambientais brasileiras e o projeto de regulação do mercado de crédito de carbono, do qual Zambelli é relatora no plenário da Câmara.

-Publicidade-

“Os embaixadores elogiaram o papel do governo brasileiro, dos ministérios das Relações Exteriores, da Economia e do Meio Ambiente. Falaram que o Brasil teve um papel importantíssimo no fechamento do acordo”, disse a deputada a Oeste.

“Falamos sobre o relatório do projeto de crédito de carbono e os compromissos que o Brasil assumiu, como o de reduzir em 50% as emissões de gases poluentes em 2030, e alcançar a neutralidade de carbono até 2050”, detalhou.

Brasil na COP26

A equipe brasileira conseguiu incluir no acordo final a proposta que determina a criação de um órgão supervisor na ONU com a competência de intermediar a compra e a venda de créditos de carbono. Ao comentar o modelo, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, afirmou que o Brasil “vai receber” para proteger áreas com floresta nativa.

Após o fim da conferência, o Ministério das Relações Exteriores divulgou uma nota neste domingo, 14, fazendo um balanço do encontro e destacando que o Brasil “contribuiu construtivamente para os resultados alcançados”.

O Itamaraty afirmou que “o Brasil mostrou em Glasgow que é parte da solução para os problemas causados pela mudança do clima” e cobrou “engajamento de todos para implementar as decisões tomadas, tendo presente as responsabilidades comuns, porém diferenciadas, e respectivas capacidades das partes, assim como suas circunstâncias nacionais”.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.