Daniel Silveira vai permanecer na Câmara até que o plenário decida o seu caso

Segundo o parlamentar, as medidas impostas pelo ministro Alexandre de Moraes são inconstitucionais
-Publicidade-
O deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-SP)
O deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-SP) | Foto: Plínio Xavier/Câmara dos Deputados

O deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-RJ) disse nesta terça-feira, 29, que não cumprirá as medidas cautelares impostas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na última sexta-feira, 25, Moraes decidiu que Silveira não poderia “ausentar-se da comarca em que reside, salvo para Brasília, com a finalidade de assegurar o pleno exercício do mandato parlamentar”. O magistrado advertiu que o descumprimento da decisão poderia acarretar o restabelecimento da prisão.

-Publicidade-

Segundo Silveira, a decisão de Moraes vai de encontro ao Código de Processo Penal, que não permite a aplicação de medidas cautelares aos deputados sem passar pelo crivo da Câmara. “Estou obedecendo à Constituição, não a ordens ilegais”, explicou. “Moraes está afrontando as liberdades individuais. Ele acaba com a Corte Suprema e desonra a magistratura.”

Em entrevista a Oeste, Silveira declarou que não voltará a colocar tornozeleira eletrônica nem a obedecer decisões inconstitucionais. “Moraes não pode, por força própria do Judiciário, dizer: ‘Coloque no parlamentar a tornozeleira e limite o seu mandato’. Isso é crime contra a Constituição”, afirmou.

O deputado disse ainda que Moraes não tem legitimidade para estar no Supremo. “Existem pessoas na Corte que não deveriam estar lá; deveriam, sim, aposentar-se e dar espaço a profissionais que defendam a Constituição”, observou. “Isso não é um ataque ao STF — é um diagnóstico preciso.”

Por fim, Silveira disse que vai morar na Câmara. “Neste Parlamento, minha imunidade é inquestionável”, ressaltou.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.