-Publicidade-

Depois do PDT, mais 4 partidos tentam barrar o marco do saneamento

PT, PT, PSOL, PCdoB e PSB ingressaram com ação no STF para questionar medida que prevê a universalização do saneamento no Brasil 
Aprovação do marco do saneamento vai facilitar o acesso ao esgoto e à água encanada | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Aprovação do marco do saneamento vai facilitar o acesso ao esgoto e à água encanada | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | Aprovação do marco do saneamento vai facilitar o acesso ao esgoto e à água encanada | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

PT, PSOL, PCdoB e PSB ingressaram com ação no STF para questionar medida que prevê a universalização do saneamento no Brasil

obras
Aprovação do marco do saneamento vai facilitar o acesso ao esgoto e à água encanada | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Depois do PDT, mais quatro partidos de oposição decidiram entrar no Supremo Tribunal Federal contra o novo marco do saneamento, sancionado em julho pelo presidente Jair Bolsonaro.

Leia também: O drama de quem vive sem saneamento

Dessa vez, PT, PSOL, PCdoB e PSB ingressaram com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) na Corte. As legendas de oposição questionam o que consideram “privatização seletiva”, que privilegiaria apenas os municípios maiores e mais rentáveis, enquanto as cidades menores e deficitárias permaneceriam bancadas pelo poder público.

Conforme noticiou Oeste, 100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto e outros 35 milhões não possuem acesso à água tratada.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês