Doria não descarta implementar o lockdown e ataca Bolsonaro

Na semana passada, internautas pressionaram o deputado estadual Cauê Macris, que preside a Alesp, para aceitar o impeachment do governador
-Publicidade-
O governador de São Paulo, João Doria | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL
O governador de São Paulo, João Doria | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL

Na semana passada, internautas pressionaram o deputado estadual Cauê Macris, que preside a Alesp, a aceitar o impeachment do governador

O governador de São Paulo, João Doria | Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL

O governador João Doria (PSDB) não descarta implementar a política do “fecha tudo” no Estado de São Paulo. Segundo ele, há um plano de ação nesse sentido, que pode ser posto em prática a qualquer momento.

-Publicidade-

De acordo com o tucano, o nível de isolamento próximo do absoluto permitiria reduzir o número de infecções pelo coronavírus e mortes em decorrência da covid-19, bem como dar fôlego ao sistema de saúde de São Paulo.

“Caso haja crescimento rápido e inesperado do coronavírus, nós colocaremos [a medida] em ação”, avisou em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Tais políticas de isolamento e supostas irregularidades, como a compra de respiradores acima do preço, têm motivado diversos protestos, entre carreatas e paralisações de caminhoneiros, que pedem o afastamento do governador.

Além disso, por três vezes Doria adiou o fim do isolamento social.

Na semana passada, internautas indignados pressionaram o deputado Cauê Macris (PSDB), que preside a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), a aceitar um pedido de impeachment de Doria — atualmente, há três na Alesp.

Ataque ao presidente

Na campanha de 2018, João Doria usou o nome de Bolsonaro para ganhar apoio do eleitorado conservador | Foto: DIVULGAÇÃO/JOÃO DORIA/INSTAGRAM

O governador garante que sua guerra é contra a covid-19. E aproveitou para atacar o governo federal. “Minha maior dificuldade é enfrentar os dois vírus: o coronavírus e o ‘Bolsonaro vírus’. Não sei qual é pior”, concluiu.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. Avisem o Dória que o coronavirus e o Bolsonaro vírus, um dia acaba.
    O vírus da corrupção e da ditadura, não acabam eele já está contaminado, pode demorar um pouco mas esse vírus mata deixando a pessoa viva, com as suas sequelas, farrapo humano, vide Lulaladrao.

  2. Aqui temos o ZEMA. Parabéns SP e RJ por terem descoberto os enganadores Agora, mãos à obra. Paulistas desistindo de X dessa merda utópica social democracia comunista do PSDB.
    Cariocas aprendendo a pensar cacete!! Vai ter atração por bandidos deste jeito? O Botafogo tbm é daí? O Eduardo Paes não né?

  3. Um incompetente vaidoso e ganancioso que está à beira de causar uma confusão generalizada em SP. Esse tiro já saiu pela culatra faz tempo e a população está no limite com esse sujeito e sua corja de puxa-sacos.

    1. E o pior que tudo que foi feito nem Sao Paulo na deu certo.E o epicentro da doença no país 50 POR CENTO DOS CASOS fora o roubo e o resto.sujeitinho patético.

  4. Que tristeza, paulistas e cariocas irmanados na desgraça! Doria e Witzel, que dupla mais desafinada! Lembram Maluf e Cabral. Parece um retrocesso à cada eleição!
    Dois Estados destroçados pela ambição ao poder!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.