Eduardo Paes afirma que não pretende ser candidato em 2022

Prefeito do Rio disse ainda que não participará de nenhuma frente contra o presidente Jair Bolsonaro no ano que vem
-Publicidade-
Eduardo Paes, que deixou o DEM para se filiar ao PSD, nega candidatura ao governo do Rio em 2022
Eduardo Paes, que deixou o DEM para se filiar ao PSD, nega candidatura ao governo do Rio em 2022 | Foto: João Paulo Engelbrecht/PCRJ

Até então apontado como potencial candidato ao governo do Estado em 2022, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que está deixando o DEM para se filiar ao PSD, descartou a possibilidade de disputar a eleição no ano que vem. Em entrevista ao jornal O Globo, Paes disse que não há “hipótese” de deixar a prefeitura para disputar o Palácio Guanabara.

“Vou me posicionar no processo eleitoral, tenho essa obrigação, mas não quero [ser candidato a governador] a essa altura”, afirmou o prefeito. Paes abriu a possibilidade de apoiar a eventual candidatura do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, que também está indo para o PSD. “No momento adequado, a gente pode construir uma candidatura. [Santa Cruz] É um nome colocado. Não quer dizer que será ele o candidato. Mas ter um quadro como o Felipe me acompanhando é uma forma de contribuir com o processo eleitoral no Rio”, afirmou Paes.

Leia mais: “Prefeito do Rio se desculpa por não usar máscara em festa”

-Publicidade-

O prefeito do Rio disse ainda que não participará de nenhuma frente contra o presidente Jair Bolsonaro, por mais que não se considere politicamente próximo a ele. “Não tem veto a ninguém. O que veto é a expressão ‘frente contra’. Não participarei de frente contra Bolsonaro. Vou participar de frente a favor do Rio.”

Leia também: “Sem máscara, prefeito do Rio é flagrado em roda de samba”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

    1. Político ou não, que se preza e tem um nome a zelar deveria querer distância do antidemocrático, arrogante, soberbo e balofo Felipe Santa Cruz.

  1. Ao afirmar que não se juntará a esquerdalha contra o Presidente Bolsonaro está sendo coerente e responsável MAS…..(tem que ter um mas…) quando elogia o crápula da OAB e insinua que gostaria de formar uma candidatura com ele…..já perdeu toda a razão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro