Em pronunciamento, Ciro nega desistência de candidatura

Candidato do PDT à Presidência leu manifesto nesta segunda-feira e disse ser vítima de campanha violenta a favor de voto útil
-Publicidade-
Ciro Gomes realizou pronunciamento à nação na reta final da campanha presidencial
Ciro Gomes realizou pronunciamento à nação na reta final da campanha presidencial | Foto: Reprodução

Em pronunciamento transmitido por meio das redes sociais nesta segunda-feira, 26, Ciro Gomes rebateu a pressão pela desistência de sua candidatura. O candidato do PDT à Presidência disse ser vítima de um movimento para forçar a sua saída da disputa antes do primeiro turno.

O candidato do PDT afirmou ser alvo de “uma violenta campanha de intimidação” pela retirada de sua candidatura, endossada por “setores da mídia e da inteligência”. A menos de uma semana para o primeiro turno, Ciro declarou que “nada deterá a minha disposição de seguir em frente a empunhar a bandeira do novo projeto nacional de desenvolvimento e também a denunciar os corruptos, farsantes e demagogos que tentam ludibriar a fé popular com falsas promessas”.

No pronunciamento, realizado na sede do PDT em São Paulo, Ciro fez críticas aos modelos políticos de Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL), chamando os adversários de “forças do atraso”. O candidato ainda disse que a narrativa de polarização é útil para que os adversários eliminem qualquer possibilidade de terceira alternativa aos eleitores.

-Publicidade-

Durante seu pronunciamento, o candidato do PDT rotulou a estratégia de polarização de “estelionato eleitoral” e afirmou que o Brasil está na iminência da “maior fraude eleitoral de sua história”.

“Minha candidatura está de pé para defender o Brasil em qualquer circunstância. E meu nome continua posto como firme e legítima opção para livrar nosso país de um presente covarde e um futuro amedrontador”, afirmou.

Ao terminar o discurso, Ciro Gomes foi saudado por gritos de apoiadores, que repetiram o lema: “Brasil resiste, Ciro não desiste”.

Veja, abaixo, o discurso de Ciro nesta segunda-feira:

Ciro Gomes tem aparecido em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto dos últimos meses, mas sempre distante dos dois primeiros colocados, Lula e Jair Bolsonaro. O ex-governador do Ceará está em sua quarta candidatura à Presidência (antes, se candidatou em 1998, 2002 e 2018).

O primeiro turno das eleições deste ano acontece no próximo domingo, 2 de outubro, com votação para presidente, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais ou distritais.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Ciro sempre foi, e sempre será a terceira via. Neste 22 Bolsonaro pode apertar o botão e confirmar. Um demônio vestido de anjo sempre será um demônio vestido de anjo.

  2. Já se vendeu ao Molusco a troco de alguns ministérios. Querem apostar? Agora, só quero ver como irá funcionar esse tal de “voto útil”. Combinaram com os eleitores? Fosse eu um eleitor do Ciro, apenas anularia meu voto. Simples assim.

  3. Está tática de forçar o voto útil mexe com o ego do Ciro e faz com que ele mostre a cara e diga sem rodeios o que pensa do Lula e do PT. Ótimo!!
    Francisco Bicudo

  4. O Cangaciro absolutamente não muda. Ele é incapaz de se recolher a sua insignificância. Como bom esquerdopata a culpa de seu fracasso é sempre dos outros. Se ele acha que vai haver fraude tem que denunciar como e quando. É o único serviço decente que prestaria a sociedade brasileira. O resto do manifesto foi dizer que a grama é verde e o céu é azul. E tem gente que entra nessa conversinha de político fracassado.

  5. Ciro cangaceiro…é e sempre foi parceiro do Luladrão. Só está fingindo ser inimigo do bandido. Assim como a Tebet zero por cento e Soraya Trambique…a traíra…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.