Ciro Gomes: ‘O PT e o governo Lula devastaram a indústria nacional brasileira’

Candidato do PDT responde à pergunta de Soraya Thronicke sobre regulamentação do agronegócio, proposta pelo PT
-Publicidade-
Soraya e Ciro, lado a lado
Soraya e Ciro, lado a lado | Foto: Reprodução/SBT

Durante o debate entre os candidatos à Presidência da República realizado neste sábado, 24, a candidata Soraya Thronicke (União Brasil) questionou Ciro Gomes (PDT) acerca da regulamentação do agronegócio, proposta no programa do PT.

“O PT e o governo Lula, os 4 mandatos, devastaram a indústria nacional brasileira”, disse o candidato Ciro Gomes. O pedetista também criticou a dependência do Brasil nas importações: “Só para você ter uma ideia, em 80 o Brasil era quase seis vezes a China. Hoje a China é quase 20 vezes o Brasil. Isso faz com que o Brasil tenha uma dependência brutal de importar tudo que é manufaturado do estrangeiro. Vacina, remédio, prótese, cama de hospital (…) tenho uma política para reindustrializar o Brasil.”

Soraya Thronicke emendou dizendo que, entre as propostas do candidato Lula, consta a intervenção estatal para limitar a exportação de carne brasileira. “Infelizmente o candidato não está aqui, mas o povo brasileiro precisa saber dos projetos dele, que quer inclusive limitar a exportação de carne”, disse. “Gente, quem fez isso foi a Argentina e a Venezuela. E foi desastroso.”

-Publicidade-

Assista ao debate

O Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) promove neste sábado, 24, em parceria com Estadão/Rádio Eldorado, CNN Brasil, VejaTerra e Novabrasil FM, um debate entre os candidatos à Presidência da República. O evento teve início às 18h15 e se encerrará às 20h15, no horário de Brasília.

Foram convidados para o debate os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (União Brasil), Felipe d’Avila (Novo) e Padre Kelmon (PTB). Eles pertencem a partidos que têm, no mínimo, cinco deputados federais.

Conforme noticiou OesteLula foi o único que decidiu não participar do debate. O petista havia dito que, em virtude da demora na confirmação do evento, decidiu marcar comícios em São Paulo e no Rio de Janeiro. O SBT, por sua vez, emitiu uma nota para rebater essa ideia. “Diferentemente do que foi declarado pelo candidato, a formação do pool deu-se antes mesmo da sugestão feita por sua campanha, com a parceria firmada originalmente entre SBT, Veja, Novabrasil e Estadão/Eldorado, ainda em março deste ano”, informou.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Roubar e mentir está no DNA desse vagabundo, é quando faz alguma coisa que agrada principalmente a classe mais pobre e como a caça a paca deixa ela comer bastante aí na hora certa puxa-se o gatilho líquida com a presa e está concluído seu objetivo

  2. Este deve ser o foco do governo Bolsonaro para os próximos anos: “Só para você ter uma ideia, em 80 o Brasil era quase seis vezes a China. Hoje a China é quase 20 vezes o Brasil. Isso faz com que o Brasil tenha uma dependência brutal de importar tudo que é manufaturado do estrangeiro. Vacina, remédio, prótese, cama de hospital (…) tenho uma política para reindustrializar o Brasil.”

  3. Essa Soraya Tonico parece uma mulher amargurada com o Bolsonaro por ele ter abandonado o PSL, quem sabe ela tembém, quem sabe? Daí a mulher virou uma onça pantaneira (rrrrrrrauuurrr!). Não se preocupe não, Soraya Tonico, você achará outro gurú para adorá-lo, se aquiete, oncinha…

  4. Eu quero é saber o que o Ciro cochichou para o Bolsonaro logo após a resposta da Soraya, na qual ela fala de João 8:32.

    Se não sabem do que estou falando olhem o replay do debate e vão entender.

    Ou o Ciro estava debochando do Bolsonaro, porque essa é a passagem que Bolsonaro sempre cita, ou… aí deixo para os que têm criatividade mais fértil, só estou notificando.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.